Firmino assina a liberação de licitação para 484 alvarás de táxis

a assinatura da liberação do edital de licitação foi nesta quinta

Image title

Em solenidade ocorrida no Palácio da Cidade, o prefeito de Teresina, Firmino Filho, assinou nesta quinta-feira (27) a liberação do edital para licitação de 484 alvarás para novos táxis O edital prevê a destinação de 2% do total, ou seja, 40 veículos para carros de transporte exclusivo para pessoas com deficiência e 1% de táxis com acessibilidade para cadeirantes e reserva ainda 10% das vagas para à concorrência feminina.

Segundo o Edital, os critérios de pontuação para a disputa leva em consideração tanto o veículos (itens de segurança, documentação, etc.) como o motorista (CNH, tempo de atuação profissional, quantidade de filhos, quantidade de pontos na carteira, entre outros).

Para concorrer os interessados deverão ter no mínimo, 24 meses de habilitação para dirigir e a nota máxima que poderá ser atingida é de 180 pontos para o veículo normal e 240 pontos para o transporte eficiente.

O presidente do sindicato dos taxisitas do Piauí, Antonio Silva, comemorou dizendo que a categoria vinha lutando para que saisse esse edital e que é uma promessa cumprida pelo prefeito. ""Os trabalhadores estavam pagando muito caro para os donos de alvarás. Isso é um ato que vai ficar na história de Teresina porque os trabalhadores e a população estavam precisando. Foi uma luta grande, a nossa situação era humilhante", disse Antonio Silva.

O presidente da Cooperativa Teletaxi, Pedro Ferreira, lembra que a população vem sofrendo ao longo do tempo com o número diminuído de táxis na capital. "As pessoas passam até 30 minutos esperando um táxi. Foi uma luta muito grande dos segundos operadores porque esse valor que pagamos para os donos de alvarás é muito alto", explicou.

O prefeito Firmino Filho destacou que essa conquista da categoria e da população faz parte da requalificação do sistema de transportes de Teresina. "Fizemos o lançamento de 353 vagas de alvarás para mototaxistas. Tive a alegria de ter criado, anteriormente, o sistema de mototáxi, ter feito a primeira licitação de mototáxi de Teresina, e estamos nesse momento importante e histórico, lançando a primeira licitação dos alvarás para taxistas. Importante dizer que existe a necessidade para a cidade, que exige mais os serviços de táxi. A cidade se espalhou e para que possamos nos deslocar é importante termos mais alternativas. O serviço de táxi já estava se expandindo. A segunda operação é um sintoma de que o sistema de que existe o serviço e o funcionamento no horário normal já não estava dando conta da demanda. Existe um grande número de trabalhadores fazendo a segunda operação, trabalhadores desejosos de fazer o serviço de forma legal e correta. Esse edital é uma forma legal de inserir esses trabalhadores e proporcionar uma melhoria no serviço", destacou.    

Após a licitação Teresina ficará com 2.040 taxistas regulamentados, número que segundo a Strans atende com suficiência a população da capital.

Fonte: Portal MN