Firmino Filho pede que Ministério da Saúde financie o HUT

Firmino Filho esteve reunido com o Ministro da Saúde

O prefeito Firmino Filho se reuniu nesta terça-feira com o Ministro da Saúde, Marcelo Castro para discutir demandas da saúde da capital. O prefeito pediu que o Ministério da Saúde possa financiar o Hospital de Urgências de Teresina (HUT).


Image title

Segundo o prefeito, a maior demanda dos atendimentos no HUT é de pacientes vindo do interior do Piauí e de outros Estados. Apesar disso, a Prefeitura de Teresina acaba custeando a maior parte dos recursos para a manutenção do Hospital. De acordo com os dados apresentados, o HUT tem custos mensais aproximado de R$14 milhões, sendo R$ 10 milhões de pagamento de pessoal e outros R$ 4 milhões com custeio.

Dos R$ 10 milhões com pessoal, R$ 9 milhões saem dos cofres municipais e R$ 1 milhão são repassados pelo Governo do Estado. Já dos R$ 4 milhões com custeio, o Ministério da Saúde repassa R$ 2,5 milhões e R$1,5 milhão vem da Prefeitura. Dessa forma, Teresina tem comprometido 35% da sua receita corrente líquida com saúde, prejudicando investimentos em outras áreas.

A proposta é que o Ministério possa fazer uma contratualização do HUT, repassando à Prefeitura os R$ 14 milhões necessários para a manutenção da estrutura. “A reunião foi muito boa. O ministro conhece a realidade da capital. Apresentamos a real situação da saúde em Teresina e colocamos alternativas. Ele demonstrou grande interesse em resolver. Sua equipe analisará os dados que apresentamos e, em breve, nos dará uma resposta. O ministro comprometeu-se ainda com a liberação de emendas e habilitações solicitadas por nós, para reforçar a atenção básica e de média complexidade”, explicou o prefeito.

Na lista de demandas apresentadas pelo prefeito e sua equipe ao Ministro, está ainda a liberação de R$ 2 milhões para a reforma do HUT, R$ 200 mil para a reforma da Maternidade Wall Ferraz (Ciamca), habilitação da UPA do Renascença, Aquisição de quatro novas ambulâncias para reforçar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), habilitação do HUT em alta complexidade em traumo-ortopedia, qualificação de oito leitos de UTI pediátrica no HUT, qualificação da Central de Urgências, entre outras.

O prefeito pediu ainda a liberação de emendas parlamentares que foram destinadas à Teresina para reformas e ampliações de Unidades Básicas de Saúde, reforço na atenção básica, construção de novos Centros de Assistência Psicossocial (Caps), por exemplo. O encontro contou ainda com as presenças do secretário municipal de Planejamento, Washington Bonfim, além de gestores Francisco Pádua, da Fundação Municipal de Saúde, Aderivaldo Andrade, Secretário Municipal de Saúde, e Fátima Garcez, presidente da Fundação Hospitalar

Fonte: Com informações da Prefeitura de Teresina