Firmino, Novo e Medeiros trocam farpas na internet

A troca de farpas prosseguiu com Medeiros, que interpretou o papel de Firmino como “ridículo”.

Polarizada em dois grupos políticos, as eleições de outubro podem trazer surpresas para quem aposta na sólida permanência do PTB na base aliada de apoio ao governador Wellington Dias. O presidente da Fundação Municipal de Saúde, o vereador Firmino Filho (PSDB) esteve reunido esta semana em Brasília com o senador João Vicente Claudino, pré-candidato do PTB ao Palácio de Karnak, e destacou que a ida de Claudino para a oposição ?ainda é possível?.

?O senador é relator do Orçamento para a Saúde e discutimos questões relacionadas ao tema, mas também tratamos de política?, justifica Firmino, ressaltando que o possível descumprimento do acordo firmado entre os quatro pré-candidatos da base aliada pode ser o pontapé que faltava para os descontentes se ?rebelarem?.

Além de Claudino, o secretário estadual de Educação, Antônio José Medeiros (PT), o deputado federal Marcelo Castro (PMDB) e o vice-governador Wilson Martins (PSB), disputam a indicação como cabeça de chapa do bloco governista.

?Quem cumpriu todos os critérios definidos tem todos os motivos para se rebelar com aquele que foi escolhido sem estar de acordo com eles?, argumenta.

Mesmo defendendo que sua ?trincheira? de atuação é a base aliada, João Vicente continua sendo cotado para comandar a oposição. Após as últimas polêmicas envolvendo Medeiros, que defendeu uma ?intervenção? do presidente Lula no diretório estadual do PT caso o candidato escolhido por Dias não seja do partido, a aproximação do presidente da FMS e do senador petebista alimentam uma alternativa ao nome do prefeito Sílvio Mendes (PSDB) como candidato da oposição.

MEDEIROS - Firmino Filho também postou ontem em sua página no microblog Twitter comentários que foram vistos como ?oportunismo? pelo presidente regional do PT, o deputado estadual Fábio Novo. O vereador escreveu que ?Antônio José não merece este tipo de tratamento que lhe está sendo dado?, em referência às repreensões públicas que Dias e Novo fizeram ao secretário. O deputado retrucou, declarando que ?As declarações do vereador Firmino são oportunistas. O objetivo é cristalino: instigar que alguém da base pise em outra casca de banana?.

A troca de farpas prosseguiu com Medeiros, que interpretou o papel de Firmino como ?ridículo?. ?Papel de criador de intriga é ridículo para uma pessoa que tem uma história como a de Firmino Filho?, escreveu em seguida o secretário em seu Twitter. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte