Francis Lopes toma posse como deputado na Assembleia Legislativa do Piauí

O novo parlamentar assume o posto deixado por Henrique Rebelo (PT), que licenciou-se da função para assumir a Secretaria de Assistência Social na atual gestão do Executivo

Após se afastar da Fundação Cultural do Piauí (FUNDAC), a qual estava na presidência há três meses, o suplente Francis Lopes (PRP), foi empossado no cargo de deputado na manhã de ontem, em sessão na Assembleia Legislativa.

O novo parlamentar assume o posto deixado por Henrique Rebelo (PT), que licenciou-se da função para assumir a Secretaria de Assistência Social na atual gestão do Executivo.

Em seu discurso de posse, Lopes ressaltou as surpresas que tem enfrentado na política, esclarecendo que continuará na música mesmo com as tarefas acumuladas no Poder. "Confesso que é uma coisa nova, mas desde já quero agradecer a oportunidade", indicou.

Questionado sobre o futuro na Casa, ele reiterou que defenderá a Cultura seja em qual situação for. "Como deputado ou secretário eu não deixo de levantar essa bandeira, até porque essa classe está ficando extinta no Piauí", disse.

Ainda neste âmbito, o parlamentar apontou que estará atento a todos os projetos que beneficiem o Piauí e no caso da sua volta ao Executivo, o plano de ações já começou a ser delineado nos primeiros 100 dias de Governo.

"Embora a gente pegou um período muito difícil, que foi a mudança de governo, onde tivemos que mudar muita coisa, deu pra ter uma noção sim, eu acredito que com a mudança, se a gente ficar à frente da Secretaria, dará para fazer um bom trabalho, até porque já fomos a Brasília três vezes, estamos inclusive desenrolando projetos que estavam parados e fomos a procura de convênios", projetou.

O discurso de Francis foi aparteado pelos deputados Edson Ferreira (PSD), Rubem Martins (PSDB), Dr. Hélio (PTC), Fernando Monteiro (PTB), Aluísio Martins (PT), Severo Eulálio Neto (PMDB), Joel Rodrigues (PT), Georgiano Neto (PSD), Liziê Coelho (PTB), Wilson Brandão (PSB), Ziza Carvalho (PROS), Gustavo Neiva (PSB), Evaldo Gomes (PTC), Antônio Félix (PSD) e Pablo Santos (PMDB), que revelaram a crença na boa atuação do novo colega.

 

Fonte: Francy Teixeira