"Fui tratado melhor do que esperava", diz ACM Neto após encontro com Dilma

ACM Neto já tentava se reunir com a presidente há mais de um mês.

Em seu primeiro encontro com a presidente Dilma Rousseff após ser eleito prefeito de Salvador, o deputado federal ACM Neto (DEM) disse que, embora seja o líder da oposição na Câmara, está "entusiasmado" em fazer parcerias com os governos estadual e federal, ambos comandados pelo PT.

"A cidade de Salvador tem uma boa avaliação do governo Dilma, então tenho esperança de que as coisas vão sair do papel", afirmou.

ACM Neto já tentava se reunir com a presidente há mais de um mês. Agora, conseguiu graças à intermediação do governador da Bahia, Jaques Wagner, que também participou da conversa. "Ele teve papel determinante para esse encontro", disse o democrata.

A audiência, na tarde desta quinta-feira (6), quase acabou adiada devido ao velório do arquiteto Oscar Niemeyer, também em Brasília.

ACM Neto pediu apoio para refinanciar a dívida pública soteropolitana e em projetos para a orla marítima e o metrô, em obras desde 1999 e ainda não inaugurado.

"Fui tratado melhor do que eu esperava", disse o prefeito eleito. Na campanha eleitoral, Dilma chegou a fazer críticas indiretas a ACM Neto em comício em Salvador ao lado do candidato petista, Nelson Pelegrino.

"Aqui não pode ter um governinho, um governo pequenininho, que gosta de perseguição, de gente que discrimina as pessoas", disse a presidente no palanque, em 19 de outubro.

O governador Jaques Wagner classificou a reunião como "madura".

"As divergências políticas não vão obstruir uma ação conjunta que Salvador merece", declarou.

Durante a campanha do PT, o principal mote do discurso contra o então adversário era que ele não teria "alinhamento" com os governos federal e estadual.



Fonte: Folha