Gastão desiste da candidatura em FOR

Gastão lamentou o fato de ter que abandonar a campanha por um problema institucional na Fecomércio

Sob clima de tens?o institucional dentro da Federa??o do Com?rcio do Cear? (Fecomercio), o empres?rio Luiz Gast?o, at? ontem candidato a prefeito de Fortaleza pelo PPS, renunciou de sua postula??o. Em entrevista coletiva, no comit? do partido ele falou sobre um compl? dentro nas institui?es ?s quais presidiu contra sua candidatura. Ele informou que h? uma auditoria sendo realizada por t?cnicos do Sistema ?S? nacional sobre as contas de sua gest?o ? frente do Sesc e Senac, devido a den?ncia enviada ? dire??o nacional da organiza??o. O PPS deve se reunir ainda hoje, ?s 13 horas, para definir que rumo tomar neste restante de campanha. Antes haver? um encontro do diret?rio municipal.

Emocionado e abra?ado por correligion?rios, Gast?o lamentou o fato de ter que abandonar a campanha por um problema institucional dentro da Fecomercio. ?H? um compl? dentro das institui?es que eu presidi contra a minha campanha e eu fui convocado por mais de 20, dos 27 dirigentes para reassumir minha fun??o de presidente?, destacou.

Quando indagado se achava que o presidente interino do sistema, Regis Dias, filiado ao PP e ligado ao candidato Alexandre Pereira, vice de Moroni Torgan (DEM), teria utilizado o cargo politicamente contra ele, Gast?o disse: ?eu n?o acho nada. N?o acho nada?. O tom irritado com o qual respondeu a pergunta feita pela reportagem do Di?rio do Nordeste mostrava um pouco do clima interno naquela institui??o. Ele disse ainda que o compl? ao qual se referia ?n?o ? de agora?.

Neste momento h? uma auditoria de contas do sistema nacional Fecomercio no Sesc e Senac de Fortaleza. ?Houve uma den?ncia de que as imagens do sistema estavam sendo usadas indevidamente. Eu reitero que irei, de volta ? presid?ncia, mandar intensificar a fiscaliza??o?, enfatizou ele, negando que tenha entrado qualquer dinheiro da Fecomercio na sua campanha de prefeito.

Inseguran?a

As afirma?es do candidato eram para explicar aquilo que j? havia sido dito em nota entregue a imprensa de que ?havia um clima de inseguran?a e descontinuidade por atos da gest?o interina (Regis Dias), que s? o pr?prio teria como corrigir?, diz a nota.

Gast?o negou que tenha desistido de continuar participando da disputa pela Prefeitura de Fortaleza devido a problemas financeiros, quando questionado sobre as finan?as de sua campanha. ?A dificuldade financeira do in?cio foi providencial para que eu aprendesse que a pol?tica se faz muito mais com o cora??o. O erro de c?lculo que eu avaliei ter j? havia sido superado, inclusive estamos com todos os nossos compromissos rigorosamente em dia?, disse o candidato. Antes, em entrevista ao Di?rio do Nordeste ele disse n?o estar recebendo as ajudas financeiras que projetara anteriormente.

Se o seu posicionamento nas pesquisas de opini?o o teriam influenciado negativamente na decis?o, ele tamb?m negou: ?a pesquisa na qual eu acredito ? a do dia 5 de outubro. Jamais eu abandonaria uma campanha por conta disso?.

Elei??o

Gast?o disse que se reunir? com a dire??o estadual e municipal do partido ainda hoje ap?s o almo?o para definir qual o rumo que o partido vai assumir a partir de agora. ?Quem ir? definir se me substitui ou se ap?ia outra candidatura ? o grupo. S? asseguro que s? h? possibilidade de apoio ? outra candidatura, caso esta assuma os compromissos do PPS?, enfatizou ele.

O candidato a vice na chapa, S?rgio Braga, n?o descartou a possibilidade de tocar a campanha como cabe?a de chapa, mas n?o quis confirmar, deixando para os membros do partido a decis?o. ?Eu estou a disposi??o do partido. Amanh? (hoje) n?s saberemos como ser? o futuro dessa chapa?, disse ele. Os militantes e correligion?rios que o cercavam, no entanto, deixavam claro que essa ? a possibilidade mais vi?vel. Enquanto S?rgio Braga evitava confirmar a nova miss?o, os militantes diziam: ?diga qual ? sua palavra que voc? j? ser? o candidato?.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br