Governador anuncia parcerias no retorno de viagem a Europa

Também foi negociada a construção de cinco centros de convenções nas regiões turísticas do Estado

Em coletiva à imprensa, na sala de imprensa do Aeroporto Petrônio Portela, após desembarcar em Teresina vindo da Europa, o governador Wellington Dias destacou resultados positivos, como investimentos em infraestrutura, agronegócio e geração de energia renovável, e parcerias para ações sociais no Piauí. Ele defendeu sua política agressiva de buscar investidores onde eles estiverem, tanto para tornar mais baratos os produtos que o Piauí importa, como para conquistar mercados para a crescente produção piauiense.

Ele disse que o sucesso do Brasil ao lidar com a crise financeira internacional tornaram o país bem conceituado no exterior. Wellington afirmou que o país tem uma economia forte e uma situação política estável que mostra ser o momento atual para o Brasil e, sobretudo, o Nordeste, adequado para concretização de negócios. ?Ficarei muito orgulhoso se meu sucessor e os prefeitos tiverem um relacionamento mais intenso com outros países no futuro próximo?, afirmou.

Wellington desembarcou às 15h12 e foi recebido pelo então governador em exercício, Wilson Martins. Já na sala de imprensa, na presença do presidente da Assembléia Legislativa, Themístocles Filho, foi feita a transmissão de cargo. Wilson Martins brincou e devolveu a caneta que Wellington lhe tinha dado, ao lhe passar o poder, antes de embarcar para a Europa.

Ele começou fazendo uma exposição dos principais momentos de sua viagem, primeiro à Inglaterra, depois Alemanha e, por fim, à Grécia. Inicialmente, agradeceu ao vice-governador Wilson Martins pelo apoio e pala boa condução do Executivo. Em seguida, disse que tomou conhecimento de que haverá maior participação dos estados e municípios não produtores de petróleo nas riquezas oriundas da exploração do pré-sal. Ele disse que o senador Vicente Claudino sinalizou que o clima é positivo para e que a votação da novidade, tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado ocorram ainda na atual legislatura.

O governador Wellington Dias disse que esteve no Institute of Directors, em Londres, onde ministrou seminário e mostrou as oportunidades de investimentos no Piauí a empresários de vários países europeus. Depois, foi a Berlim e Frankfurt, na Alemanha, um grande polo comercial e de negócios, com o qual disse ser importante que o Piauí mantenha relacionamento.

Ele disse que a Alemanha é um país que investe muito em energias renováveis, como a eólica e acrescentou que os piauienses conseguiram que investidores participem de leilão que vai acontecer dia 14 de dezembro. ?Queremos que as empresas desses grupos participem do leilão?, disse. O Piauí quer construir um parque eólico na região de Paulistana.

Também foi negociada a construção de cinco centros de convenções nas regiões turísticas do Estado, Parnaíba, São Raimundo Nonato, Picos, Floriano e Piripiri, com investimentos de R$ 24 milhões.

E foi agendada, na Inglaterra, a visita de empresários e investidores estrangeiros ao Piauí, para tratar de negócios nas áreas de desenvolvimento florestal e energia eólica. Também foram anunciados investimentos para hospital de alta complexidade em Picos, onde serão aplicados R$ 30 milhões. Ainda foram liberados R$ 250 mil para ações sociais no município. Na Grécia, foi firmada parceria e intercâmbio em terapias e qualificação de pessoal. Wellington finalizou dizendo que o desenvolvimento do Piauí passa pela intensificação do intercâmbio comercial e cultural com outros países e que o Estado precisa estar preparado, inclusive, formando seus alunos em outros idiomas, que não o Inglês o Espanhol, a partir da 5ª série.

Fonte: Portal Meio Norte, www.meionorte.com