Governador diz que base tem condições de vencer no primeiro turno

Governador aposta na união da base e diz que, juntos, tem condições de vencer no primeiro turno

A expectativa em torno da escolha do candidato da base aliada é grande. No entanto, de acordo com o governador, "a data está bem pertinho", devendo ser anunciada até o dia 15 de março. Para isso, segundo Dias, falta apenas acertar com os partidos para escolher uma data que não haja problema na agenda de nenhum.

O governador voltou a afirmar que defende a tese de uma candidatura única da base e que, a base unida possui condições de vencer as eleições ainda no primeiro turno. "Eu tenho insistido nisso com as lideranças para que a gente tenha a oportunidade de um palanque único para a nossa candidata a presidente e para todo o time. Se temos condições, de com um palanque único ter a chance, não é arrogância, é uma constatação de, inclusive, vencer as eleições no primeiro turno, porque dividir? Acho que o esforço tem que somar", opina.

Dias negou que tenha preferência pela candidatura do senador João Vicente Claudino, ressaltando que a decisão será tomada da forma como foi acertada anteriormente com os 12 partidos que compõem a base aliada. "Eu estarei apresentando aos partidos que nessa ou naquela pesquisa se destaca, mas a decisão ainda não foi tomada", frisa.

Indagado sobre sua saída do cargo para entrar na disputa por uma vaga no senado, Dias foi enfático. A primeira decisão que será tomada é de quem encabeçará a chapa. "Só depois trataremos das outras composições", completa, ressaltando que tem 50% de chances de permanecer no cargo e 50% de chances de sair. O presidente do diretório estadual do PT, mesmo partido do governador, já afirmou publicamente que o governador já manifestou interesse em permanecer no comando do Karnak caso a base venha a rachar. (M.M)

Fonte: Mayara Martins