Governador lança o edital da barragem de Castelo

Prefeito de Juazeiro do Piauí comentou implicações da obra

O governador Wilson Martins lançou nesta sexta-feira (10) o edital de licitação da Barragem Castelo, que vai contemplar os municípios do Território dos Carnaubais.

Segundo o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi), Elizeu Aguiar, a Barragem de Castelo é uma obra complexa e muito desejada pelos piauienses, pois vai conter as possíveis enchentes e perenizar as águas do Rio Poti. O valor do empreendimento será de R$ 451.867.051,44.

Na mesma solenidade, Wilson assinou ordem de serviço para construção do contorno rodoviário de Luzilândia e a execução das obras de pavimentação asfáltica da Rodovia PI 112, que compreende o trecho entre os municípios de Luzilândia e Joaquim Pires.

A PI 112, segundo Elizeu Aguiar, presidente do Idepi, está calculada no valor de R$ 8.150.515,26 e nas obras do contorno rodoviário de Luzilândia serão investidos R$ 4.055.658,45.

Prefeito de Juazeiro do Piauí comemora realização

Em visita ao Sistema Meio Norte de Comunicação, Antônio Veríssimo, prefeito de Juazeiro do Piauí, um dos municípios contemplados com a obra, comemorou o lançamento do edital, e comentou sobre as implicações do projeto.

"Fizemos um levantamento e concluímos que as desapropriações terão impacto relativamente pequeno se comparado a outras barragens. Serão 24 famílias desapropriadas, que já estão sendo destinadas a um local vizinho, onde existem 94 casas, feitas através do Programa Nacional de Habitação Rural", disse Veríssimo.

O prefeito também comentou que o povoado Aroeira será totalmente submerso, mas que lá, atualmente, moram apenas três famílias. "De uma forma geral, todos têm consciência do que essa barragem vai representar para nossa cidade. Já estamos planejando projetos de piscicultura e cultivo de hortaliças usando o futuro lago, por exemplo", complementou o chefe do executivo de Juazeiro. (D.L.)

Fonte: Dowglas Lima