Governador Wellington Dias pretende descentralizar secretarias

No seminário, o governador Wellington Dias apresentou um panorama de investimentos para a expansão econômica do estado do Piauí

Image title

O governador Wellington Dias participou, na manhã desta segunda-feira (27), do Seminário Pró-Indústria, que debateu o futuro da indústria no Piauí e discutiu a implantação de ações que visem ao desenvolvimento econômico e social do estado do Piauí. O evento reuniu secretários estaduais; o diretor do Banco do Nordeste, Nelson Antônio de Sousa; o presidente da Associação Industrial do Piauí (AIP), Joaquim Costa Filho e diretores de empresas piauienses.

Segundo Joaquim Costa, o seminário tem como principal objetivo apresentar aos empresários as linhas de crédito oferecidas pelo Banco do Nordeste e conhecer as metas de desenvolvimento da economia do Estado. “A indústria também movimenta a economia do Estado; gera emprego, renda e impostos. Por conta disso, é importante consolidarmos um parque industrial forte e competitivo”, explicou.

O presidente da AIP enumera algumas ações que emperram o crescimento das indústrias no Estado: a demora em aprovar projetos nas instituições bancárias; a burocracia (com a demora na concessão de licenças ambientais e de registro de empresas) e a necessidade de mais investimentos na distribuição de energia elétrica, saneamento e distribuição de água.

“Dentre outras medidas necessárias para melhorar o desenvolvimento das indústrias no Piauí, podemos citar o fortalecimento da Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico; a necessidade de mais investimentos em pesquisas científicas e no ensino de qualidade, com a valorização da educação e formação profissional e promover ações que valorizem o turismo e tragam incentivos para investidores no Piauí”, pontua o presidente da AIP.

Joaquim Costa revela ainda a importância de o Estado promover uma infraestrutura básica para o desenvolvimento, com a construção de portos e estradas para escoamento da produção, as construções de galpões para armazenamento da produção agrícola local e de sistemas de eletrificação.

No seminário, o governador Wellington Dias apresentou um panorama de investimentos para a expansão econômica do estado do Piauí. Dentre os investimentos citados estão investimentos em recursos hídricos, principalmente para irrigação e piscicultura; energia elétrica, em que serão investidos R$ 220 milhões e na comunicação, com a implantação de uma rede de fibra ótica que levará internet para todo o Estado.

Dias enfatizou a necessidade de colocar o Estado como parceiro da indústria e de proteger o mercado interno para movimentar a economia. “O Estado cresce quando trabalha em parceria com o setor empresarial. Para isso, vamos trabalhar para atender às necessidades dos empresários. Estamos trabalhando um conjunto de investimentos, cerca de 60, que injetarão cerca de R$ 30 bilhões no PIB do Piauí”, explicou. Wellington destacou ainda que está providenciando a descentralização de algumas secretarias estaduais, dentre elas a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos e alguns serviços da Junta Comercial e do Corpo de Bombeiros, para que seus serviços fiquem mais próximos da população do interior . 

O governador também ressaltou a evolução do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado, que cresceu em 2015; o aumento do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH); a retomada de obras; os investimentos em vários setores da economia, como da madeira, da mineração e do gás e obras de infraestrutura de transportes, como a Transnordestina, a melhoria de rodovias e a construção de aeroportos em municípios polos, como Parnaíba, Floriano, São Raimundo Nonato e Uruçuí. “Acredito no Piauí. Nós já estamos com as taxas de crescimento mais elevadas que as do Nordeste e do Brasil e vamos crescer mais. A principal meta da nossa gestão é continuar avançando”, concluiu Wellington Dias.

Fonte: Assessoria