Governo avança na implantação de novo Centro Administrativo

A novidade possibilitará uma maior economia ao Estado

Em intensificação no Executivo, os estudos em prol do novo Centro Administrativo evoluem, demandando esforços da gestão desde o início do ano. Com a missão de atrair investimentos, impondo melhorias estruturais, o secretário de Administração e Previdência, Franzé Silva, esteve reunido na manhã da última quinta (20) com integrantes da Parceria Público-Privada e o consultor José Sales, no intuito de nortear os próximos passos no que condiz a ousada iniciativa que abrigará o Palácio do Governo e os órgãos que não estão contemplados no atual espaço.

Nesse âmbito, a localização continuará a mesma, contudo, o projeto se desenvolverá na construção de prédios, ampliação do estacionamento e outras reformas específicas; ciente de tal necessidade, a superintendente de parcerias e concessões, Viviane Moura, ressaltou o relevante trabalho da equipe nos estudos. Com tal perspectiva, os reparos serão norteados através da conclusão do levantamento técnico e da análise de viabilidade feita pelo Governo.

O objetivo é que com as mudanças, o novo Centro Administrativo proporcione comodidade à população, tendo em vista a integração de todos os órgãos em apenas uma área.

"São 12 meses de estudo sobre o novo Centro Administrativo. Semana que vem, a equipe da Seadprev vai elaborar um cronograma de visitas aos órgãos e as secretarias para conhecer de perto as necessidades físicas e o número de servidores que devem preencher o quadro de cada pasta.

E as visitações devem ocorrer no próximo mês", informou o secretário Franzé Silva. Cabe ressaltar que atualmente o Centro Administrativo do Estado abriga apenas 12 dos 59 órgãos da Administração.

Parte destes funciona sem as condições ideais, espalhados em diferentes locais, com o pagamento de aluguéis, o que gera outras despesas como transporte nos deslocamentos para resolução de questões administrativas.

A novidade possibilitará uma maior economia ao Estado, despontando como uma importante iniciativa para o equilíbrio do erário local. Em abril, representantes governamentais participaram do evento International Meeting: Infrastructure and PPPs, a fim de atrair investidores para parcerias público-privadas em torno do projeto.

Fonte: Francy Teixeira