Governo da Tailândia cria lei que multa quem pedir esmola nas ruas

A intenção é diminuir o tráfico de crianças para a cidade.

Não é de hoje que o governo da Tailândia tenta combater o tráfico humano na região com a criação de leis. “Cerca de 80% das crianças que pedem esmola nas ruas da área turística de Bangcoc vem do Camboja”, afirmou o diretor do projeto para acabar com a mendicidade das crianças.

De acordo com ele, as máfias chegam a pagar por cada criança cerca de R$ 150 a R$ 300 mas para custear as despesas das viagens quando chegam na Tailândia as vítimas são obrigadas a pedir esmola.

Por conta disso, a Assembleia Nacional Legislativa da Tailândia aprovou no dia 4 de março uma lei que vai multar quem for flagrado pedindo esmola nas ruas. “Sempre tentamos atualizar o governo com os problemas do país e o tráfico de pessoas é um deles. As famílias que permitirem que seus filhos fiquem nas ruas terão uma punição severa”, afirmou Rutanaveleepong.

A futura norma, que deve entrar em vigor em meados deste ano, castiga com um mês de prisão e 10 mil baht (R$ 1.000) de multa quem mendigar e requer que os artistas de rua obtenham uma licença governamental.

Lei proíbe esmolas nas ruas da Tailândia (Crédito: Reprodução)
Lei proíbe esmolas nas ruas da Tailândia (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1