Governo do Estado adia discussão sobre aumento salarial para maio

"Não podemos voltar à inadimplência. Qualquer mexida de caráter salarial tem que ser feita com cuidado, o Governador nos orientou a trabalhar prezando pela prudência", destacou

Em tramitação na Assembleia, o projeto de lei que propõe o aumento salarial do governador e vice deverá ser decidido apenas no mês de maio, ao menos é o que prevê o secretário estadual de Administração, Franzé Silva.

O adiamento da análise da matéria se dá pelas dificuldades financeiras enfrentadas no início da gestão, alardeando principalmente quanto a necessidade do cumprimento dos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF); neste sentido, será calculado o impacto que o reajuste de R$ 17 mil para R$ 25 mil pode trazer aos co-fres do Estado.

"O impacto na folha de pagamento seria de R$ 450 mil. Por isso, a orientação de Wellington Dias para que seja feita uma apuração do impacto nas finanças do Estado de forma mais apurada. Por isso, essa discussão será adiada e só voltaremos a tratar deste assunto em maio. Até lá terá o resultado do primeiro quadrimestre", relatou.

O aumento no salário do Chefe do Executivo concederia uma brecha para que ou- tras categorias pleiteassem reajustes, neste grupo enquadra-se os auditores fiscais da Fazenda no Piauí, que travaram uma verdadeira batalha pela ampliação no teto durante a legislatura passada, tendo a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) rejeitada, por não ter conquistado o número de votos suficientes para a aprovação.

Com as conquistas alcançadas no que tange o equilíbrio financeiro nos primeiros meses da atual gestão, o medo da equipe econômica do Governo é que o trabalho realizado se perca com novos valores inclusos na folha, deste modo, o comportamento das finanças nas próximas semanas será primordial para a definição.

"Não podemos voltar à inadimplência. Qualquer mexida de caráter salarial tem que ser feita com cuidado, o Governador nos orientou a trabalhar prezando pela prudência", destacou.

 

Fonte: Ananias Ribeiro