Governo do PI irá construir nova maternidade na cidade de Teresina

Equipe governista já apresentou ao Ministério da Saúde novo projeto

Com a preocupação da gestão em torno da saúde da mulher e crianças, o Governo do Estado já se prepara para a construção de uma nova maternidade na capital, Teresina, obra aguardada desde a segunda passagem do governador Wellington Dias (PT) pelo Executivo, dotada de total atenção pela administração, de modo que todos os parâmetros recomendados pelos órgãos internacionais de saúde sejam estritamente respeitados.

Nutrindo tal expectativa, a equipe governista já apresentou ao Ministério da Saúde o novo projeto, nisso, os recursos estão assegurados, como congrega o secretário da pasta, Francisco Costa (PT). Ao todo, cerca de R$ 50 milhões serão investidos.

A resposta do ente federal deverá ser dada ainda no próximo mês, com isso, a projeção é que ainda em 2015 o processo de licitação comece a ser orquestrado. “A proposta é que tenhamos até o final do mês de agosto a aprovação do projeto pelo Ministério da Saúde. Já em setembro, acreditamos que será lançado o edital de licitação para a contratação da empresa para a construção dessa obra”, indicou o gestor.

De acordo com o desenho encaminhado pelo Governo, a nova unidade contará com 260 leitos, sendo 60 para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), am-pliando o leque de atendimento no Estado, melhorando também a assistência básica às mães e aos bebês.

No limiar dos benefícios dispostos à população, o projeto não se restringe apenas aos pacientes teresinenses, se expandindo e tornando referência para todas as regiões piauienses, de modo que seja oferecido um atendimento célere e de qualidade.

“Já temos recursos assegurados, por ser um projeto desenvolvido anteriormente, na ordem de R$ 50 milhões”, reiterou.

REDE CEGONHA – A atenção à saúde das grávidas não se restringe apenas a nova maternidade, sendo exacerbado também pela ampliação da Rede Cegonha no Piauí. “A Rede Cegonha, uma das estratégias para incentivar o parto normal e humanizado e o melhor cuidado à mulher e às crianças, estamos em diversas etapas, de elaboração de projeto até o processo de licitação, para ampliar em Parnaíba, Piripiri, São Raimundo Nonato e Picos.

Fonte: Francy Teixeira