Governo do Piauí incentiva produção e consumo de etanol no estado

O objetivo é gerar receita para o Estado a partir do recolhimento

Com o objetivo de promover a aproximação do Governo do Estado com investidores do agronegócio, o governador Wellington Dias visitou, nesta sexta-feira (26), as instalações das indústrias do Grupo Olho d’Água e a Comvap, maior produtor de açúcar e álcool anidro no Piauí. O Grupo Olho d’Água Comvap, há 77 anos no mercado açucareiro, possui fábricas instaladas em União, Teresina e José de Freitas. Na oportunidade, o governador destacou a importância do estado ter um leque diversificado de empreendimentos, que geram emprego e renda, abastecem o mercado de consumo interno e exportam produtos e ainda injetam recursos na economia.

“Aqui é uma empresa que agrega pequenos, médios e grandes produtores de cana-de-açúcar dentro do mesmo arranjo produtivo, o que beneficia muitos agricultores e gera emprego e renda. O grupo se destaca pelos investimentos em irrigação e na produção de energia limpa a partir do bagaço da cana. É uma empresa que contribui com o crescimento da economia do estado, pois paga impostos e gera empregos”, frisou Dias.  O governador disse ainda que governo está trabalhando uma política fiscal que permita que o mercado externo não possa ter mais vantagem sobre o mercado interno. “É preciso que aquilo que se produz no Piauí tenha um diferencial para aquilo que se consome de outros estados. A tese é de que haja sempre uma condição do próprio Piauí se autoabastecer”, destacou.

Durante a visita, o chefe do executivo do Estado afirmou que o Governo está adotando medidas para facilitar os trâmites burocráticos para a implantação de empresas e apoiar os investidores do Piauí. “Pra isso vamos descentralizar a Junta Comercial, a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, o Instituto de Terras e o Corpo de Bombeiros. Isso facilita a concessão de licenças ambientais e acelera a prestação de serviços para os empresários”, pontuou.

Dias revela ainda que a negociação junto à Bancada Estadual para a redução da alíquota do imposto cobrado sobre o álcool está em fase final. “A Bancada já aprovou o incentivo para a redução  de alíquota do álcool para ampliar o consumo do produto aqui, arrecadando Imposto Cobrado sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) dentro do estado. A intenção é que o álcool seja misturado à gasolina dentro do próprio estado, reduzindo o ICMS e adaptando os demais combustíveis para gerar uma receita complementar”, garantiu.

Segundo o diretor de operações do grupo, Luiz Fernando de Melo, o grupo empresarial produz cerca 1,14 milhões de toneladas de açúcar por ano e álcool suficiente para abastecer o mercado interno. “O Grupo Olho d’Água Comvap gera mais de 2500 empregos diretos e cerca de 5000 empregos indiretos. As empresas se destacam pela utilização de tecnologias modernas para irrigar 3,5 mil hectares; prevenção de acidentes de trabalho e estimulo à formação e qualificação dos seus funcionários e o respeito ao meio ambiente, com a preservação de mais de 50 mil hectares de terras”, revelou o diretor.  

Estiveram presentes na visita secretários de Estado, deputados e empresários. 

Fonte: piaui.pi.gov.br