Governo do Piauí levará abastecimento a 200 mil pessoas no Semiárido

De acordo com o secretário da Defesa Civil, Hélio Isaias, o armazenamento da água para distribuição através de carro pipa é uma ação mais imediata para conter os problemas do período de estiagem.

O governador Wellington Dias sinalizou positivamente para a construção de reservatórios d’água com capacidade para abastecer 200 mil pessoas no Semiárido piauiense, pela Secretaria Estadual da Defesa Civil. A intenção da Secretaria é construir um reservatório em cada um dos quatro poços estratégicos do Piauí, que têm vazão de cerca 150 mil litros por hora, mas até agora não estão sendo utilizados. Cada reservatório terá capacidade para armazenar 200 mil litros d’água.

“Não podemos deixar esse potencial todo sem utilidade. Os poços já estão perfurados precisando apenas dos reservatórios e nós temos que construí-los para garantir água de qualidade a milhares de famílias”, disse o governador Wellington Dias, em reunião realizada na noite dessa segunda-feira (27), no Palácio de Karnak.

De acordo com o secretário da Defesa Civil, Hélio Isaias, o armazenamento da água para distribuição através de carro pipa é uma ação mais imediata para conter os problemas do período de estiagem que se aproxima, mas a Secretaria já planeja a implantação de um sistema de distribuição no sertão do Piauí.

“A seca faz parte do nosso calendário e temos que nos preparar para conviver com ela. O período de estiagem está chegando e precisamos armazenar água para distribuir. Esse armazenamento é uma solução mais imediata, mas temos que levar essa água por meio de canais de distribuição. Esses reservatórios são os primeiros passos. Nossa intenção é viabilizar a construção de uma adutora para levar a água para todo o Semiárido”, destacou Hélio Isaias.

Hélio ressaltou ainda que pretender firmar uma cooperação técnica com a Agespisa para a elaboração do projeto dos reservatórios e posteriormente de uma adutora. “Além da Agespisa, tem um corpo técnico maior, ela trabalha diretamente nessa área e deve contribuir muito com a nossa gestão no sentido de resolver o problema de falta d’água no Estado”, finalizou o secretário.

Participaram da reunião no Palácio de Karnak, o secretário de Mineração, Luís Coêlho; o secretário da Defesa Civil, Hélio Isaías; o secretário do Meio Ambiente, Ziza Carvalho; representantes da Funasa, Codevasf e Agespisa, além do diretor de Geologia e Recursos Minerais do CPRM nacional, Roberto Ventura.

Fonte: Portal do Governo