Governo investe mais de R$ 13 milhões em hospitais em todo Piauí

Ao todo, são R$ 7,2 milhões do Ministério da Saúde

O Governo do Estado irá investir cerca de R$ 13 milhões na rede hospitalar pública. O montante contemplará as unidades dos municípios de Amarante, Canto do Buriti, Esperantina, Floriano, Parnaíba, Picos, Oeiras e São Raimundo Nonato com reformas estruturais, ampliação de Centros de Parto Normal; Casas de Gestantes, Bebês e Puérperos; Unidades de Terapia Intensiva; Unidades de Cuidados Intermediários Neonatais, maternidades e ambulatórios.

Os recursos aplicados são no total de R$13. 076.285,75, sendo R$7.239.381,98 provindos do Ministério da Saúde e R$5.836.903,77 do Tesouro Estadual.

“Os investimento fazem parte da política da Rede Cegonha que é executada em parceria com o Ministério da Saúde. Estamos investindo em unidades de referência regional para melhorar o acesso e qualificar o atendimento no que diz respeito à assistência ao parto e à gravidez de alto risco que hoje se concentra nos hospitais de Teresina. Deste modo, estaremos oferecendo às mulheres o atendimento mais próximo às suas residências”, declarou o secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa.

Segundo o Núcleo de Infraestrutura em Saúde (NIS) da Secretaria de Estado da Saúde, em Amarante, Canto do Buriti e Esperantina as obras são de reforma na estrutura dos hospitais. Em Floriano, além da reforma estrutural, serão ampliados os Centros de Parto Normal, a Casa de Gestantes e construídas UTIs e salas de exames de tomografia e mamografia.

O município de Parnaíba terá ampliado o Centro de Parto Normal e a Casa de Gestantes, além de construídas a UTIs neonatais e a Unidades de Cuidados Intermediários. Em Picos, serão ampliados o Centro de Parto Normal e a Casa de Gestantes, e construídas a UTI e a Unidade de Cuidados Intermediários, além da reforma na urgência e no ambulatório.

Assim como em Piripiri, onde será construída uma Unidade de Cuidados Intermediários e ampliadas a maternidade e o Centro de Parto Normal. Em São Raimundo Nonato, as obras constam da construção de Unidades de Cuidados Intermediários e ampliação do Centro de Parto Normal.

“Em Floriano, a previsão de conclusão das obras da UTI e da Unidade de Cuidados Intermediários é para setembro. Já a construção da sala de tomógrafo e mamógrafo está 80% concluída, com previsão de conclusão agora em julho”, explicou Marcos Gonçalves, técnico do NIS.

Em Parnaíba, as obras da UTI e da Unidade de Cuidados Intermediários estão 80% concluídas, com previsão de término em setembro. A UTI e a Unidade de Cuidados Intermediários de Picos estão em 60% de construção da obra, com previsão de entrega para outubro próximo. Em Piripiri, as obras da maternidade e do Centro de Parto Normal estão 90% concluídas, com previsão de entrega em julho. No município de Oeiras a obra da Unidade de Cuidados Intermediários está 100% concluída.


Fonte: piaui.pi.gov.br