Governo negocia auxílio para vítimas

As vítimas da tragédia de Algodões deverão ter o abastecimento de água e energia elétrica nas localidades atingidas totalmente instalado até 30 de jun

As vítimas da tragédia de Algodões deverão ter o abastecimento de água e energia elétrica nas localidades atingidas totalmente instalado até 30 de junho. Esta foi uma das decisões tomadas no encontro realizado ontem no Palácio de Karnak entre o secretário de Governo, Tadeu Maia, e representantes das vítimas, Defesa Civil, Procuradoria Geral do Estado, Sasc, Prefeitura de Cocal e os deputados estaduais Wilson Brandão(PSB) e Marden Meneses(PSDB).

O secretário da Defesa Civil, James Alves, destacou que algumas localidades já estão sendo atendidas por esses serviços. ?O objetivo é fazer com que tudo seja concluído antes do prazo previsto?, frisou. Outra reivindicação feita pela população do município de Cocal também deverá ser executada. Enquanto o processo judicial de indenização transcorre, ficou acertado que o Estado pagará uma pensão mensal de R$ 100 para cada família.

O valor, ressaltou Tadeu Maia, se acumula com outros benefícios já recebidos, como o Bolsa Família. ?Futuramente pretendemos estabelecer um plano de indenizações?, adiantou. Também será disponibilizado um auxílio jurídico para a negociação dos agricultores com Banco do Nordeste (BNB). Os trabalhadores reclamam que não possuem condições de quitar o débito.

Já na próxima semana será feito um levantamento das famílias que tiveram as casas ou propriedades rurais destruídas pela tragédia que aconteceu há um ano. O governador Wilson Martins (PSB) deverá visitar o município nas próximas semanas. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte