Governo publica renomeação de ministros deputados

Também foi publicada no "Diário Oficial" a exoneração de Kassab

O governo publicou nesta terça-feira (19), no "Diário Oficial da União", as renomeações de ministros que têm mandato de deputado e haviam deixado o cargo para votar na sessão do impeachment no fim de semana. Foram reconduzidos para o ministério Marcelo Castro (Saúde) e Patrus Ananias (Desenvolvimento Agrário).

O Palácio do Planalto já havia informado que esses ministros seriam renomeados. No caso deo deputado Mauro Lopes (PMDB-MG),que tambémdeixou o cargo na semana passada para votar, não houve renomeação. Ele, que ocupava a Secretaria de Aviação Civil, votou favoravelmente ao processo de impeachment de Dilma e, segundo a própria presidente, não faz mais parte do governo.

Também foi publicada no "Diário Oficial" a exoneração de Gilberto Kassab, ex-ministro das Cidades. Ele pediu para sair do governo na última sexta-feira e justificou que seu partido, o PSD, havia decidido apoiar o impeachment, o que tornava a permanência dele na equipe de Dilma insustentável. 

Governo publica renomeação de ministros deputados (Crédito: Reprodução)
Governo publica renomeação de ministros deputados (Crédito: Reprodução)


Em meio ao processo de impeachment de Dilma e uma crise na base aliada, outros ministérios também estão sem seus titulares permanentes.

Nos casos de Gilberto Occhi (Integração Nacional), Gilberto Kassab (Cidades) e Henrique Alves (Turismo), os ministros de PP, PSD e PMDB, respectivamente, decidiram entregar seus cargos após as bancadas dessas legendas na Câmara se posicionarem favoráveis ao impeachment de Dilma. Nesses três casos, as pastas têm sido administradas de forma interina.

Fonte: G1