Governo Federal quer acelerar obras do PAC no PI

Governo Federal divulgou o 6º balanço das obras do PAC

O Governo Federal quer acelerar as duas principais obras da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) no Piauí: o Conjunto Habitacional Jacinta Andrade e a Ferrovia Nova Transnordestina. De acordo com 6º balanço nacional do programa divulgado ontem pelo Ministério do Planejamento, o Conjunto Habitacional no bairro Santa Maria da Codipi, em Teresina, está com 74% da obra concluída e o trecho piauiense da Ferrovia Nova Transnordestina, com 420 km, tem 42% da sua infraestrutura pronta e 33% das Obras de Arte Especiais (OAEs). As duas obras se enquadram no perfil de ?ritmo adequado?, mas as providências anunciadas pela coordenação do programa é ampliar os resultados até o final do mês de abril concluindo 44% da Nova Transnordestina e 79% do Jacinta Andrade.

A obra total da Nova Transnordestina, que interliga os estados do Piauí, Ceará e Pernambuco aos portos de Pecém e Suape tem investimento de R$ 7,5 bilhões e o Residencial Jacinta An-drade vai consumir R$ 147 milhões até sua conclusão prevista para outubro de 2014. O Programa ?Minha Casa, Minha Vida? entregou no ano passado mais de um milhão de moradias, beneficiando mais de 3,5 milhões de brasileiros. Até 2014, mais 1,1 milhão de novas habitações serão contratadas, atingindo a marca de 2,4 milhões de casas e apartamentos em todo o Brasil.

A obra do Residencial Jacinta Andrade prevê a construção de 4,3 mil unidades habitacionais com implantação de rede de abastecimento de água, energia elétrica e iluminação pública e sistema viário. A obra é executada pelo Governo do Estado com recursos do PAC 2. O investimento realizado de 2007 a 2010 soma R$ 71,7 milhões e a previsão para 2011 a 2014 é a aplicação de mais R$ 75,3 milhões, somando R$ 147 milhões.

74% da obra já foi realizada com a terraplenagem, construção das unidades habitacionais, in- fraestrutura e urbanização dos lotes. A etapa mais recente entregue foi a conclusão de uma escola de Ensino Fundamental em 17 de janeiro. O cronograma prevê a conclusão de 79% da obra até abril com a conclusão do projeto de rede de esgotamento sanitário, mais 301 casas e entrega da Unidade Básica de Saúde (UBAs).

A obra da Ferrovia Nova Transnordestina prevê a construção de 1.728 km de ferrovia interligando o Piauí, Ceará e Pernambuco aos portos de Pecém e Suape. Desses, 38% estão construídos de acordo como relatório do PAC 2. O trecho piauiense liga o município de Eliseu Martins à Trindade, na divisa com o Pernambuco. São 420 km divididos em dois lotes dos quais 42% das obras de infraestrutura estão concluídas e 33% das OAEs. A previsão de conclusão é dezembro de 2015. O ritmo é considerado adequado pelo Ministério do Planejamento. O próximo passo é a conclusão de 44% da infraestrutura e 34% da OAEs até 30 de abril. A obra é executada pela concessionária TLSA.

Fonte: Ananias Ribeiro