Governo quer destinar recursos do empréstimo para segurança pública

A proposta é que, a cada quatro quarteirões serão cobertos 24 horas por patrulha policial. Projeto será iniciado pela região do Grande Dirceu

Na última segunda-feira, o governador Wilson Martins encaminhou à Assembléia Legislativa uma mensagem solicitando ao legislativo que autorize o Governo do Estado a fazer um novo empréstimo com o BNDES no valor de R$100 milhões. O pedido já foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e, depois de passar pela Comissão de Finanças, deverá ir a plenário ainda no inicio da semana. O montante, além de ser aplicado em um projeto de inclusão digital, dará um reforço na segurança pública da capital.

O governador Wilson Martins explicou que um dos grandes problemas de Teresina é me segurança pública. ?A nossa proposta é inovar com policiamento ostensivo, iniciando pela região do Dirceu?, explicou, acrescentando que para o projeto deverão ser destinadas 450 equipes nas ruas, diuturnamente e uma frota de 150 veículos. ?Isso dará garantia de segurança no bairro?, completou.

Denominado ?pelotão de quarteirão?, a idéia do projeto, de acordo com o secretário estadual de Governo, Tadeu Maia, é que, a cada quatro quarteirões serão cobertos 24 horas por patrulha policial. ?Cada morador terá o telefone da patrulha. Reduzindo o tempo de espera pelo policiamento?, explicou, acrescentando que inicialmente o projeto contemplará o grande Dirceu este ano, mas a idéia é estender para toda Teresina.

Tadeu Maia lembrou que, com a aprovação do empréstimo, o Governo terá possibilidades de dar continuidades a projetos anteriores e outros já em andamento que estavam em dificuldades de execução por conta da redução das receitas ocasionadas pela crise do ano passado. ?Nessa nova modalidade de empréstimo, que eles chamam de BNDES Estado, não precisa o Estado entrar com contrapartida e dá uma maior flexibilidade em sua aplicação?, reiterou.

O montante a ser aprovado pelo empréstimo será aplicado ainda em outros projetos de infraestrutura de drenagem de áreas urbanas e estradas, além do projeto de inclusão digital, Piauí Estado Digital. ?A nossa meta é contemplar todo Estado com internet. Iniciaremos pelos 13 municípios da região da grande Teresina, que já contempla grande parte da população piauiense?, comemora o governador. (M.M)

Fonte: Mayara Martins