Governo determina cortes em viagens por conta da crise no PI

Secretários reuniram outros gestores para exigir cortes nas despesas da máquina do Estado

Os secretários estaduais Antônio Neto (Fazenda) e Regina Sousa (Administração) reuniram nesta quarta-feira os outros gestores para exigir cortes nas despesas. A reunião foi realizada no auditório da Secretaria Estadual de Administração.

Antônio Neto falou que o governador Wellington Dias está chegando hoje em Teresina e na próxima semana vai se reunir com os gestores para discutir a crise financeira, que está deixando muito preocupados gestores, governadores , prefeitos e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"É um momento muito delicado, esse da crise, mas nós estamos bastante preocupados, mas também estamos bastante firmes e decididos em superar", declarou Antônio Neto.

Em relação às contrapartidas do Governo do Estado para obras, Antônio Neto falou que é um processo demorado e tem um cronograma a ser cumprido.

"Não é uma questão de falta de dinheiro. A contrapartida é um programa que consta no Orçamento, que é cumprido normalmente, mas se houver corte no Orçamento afeta todos os problemas. Temos que priorizar os gastos", declarou Antônio Neto.

Ele disse que o Governo do Estado vai ter um programa de priorização dos gastos. Segundo Antônio Neto, o governador Wellington Dias é que sejam priorizados os investimentos. "É isso que nós vamos fazer: garantir a folha de pagamento e os investimentos. O pagamento de pessoal está garantido", falou

Antônio Neto.

Ele disse que não tem nada decidido sobre corte de condições especiais de trabalho e que a reunião foi para reajuste das despesas dos custeios dos órgãos.

Antônio Neto afirmou que os cortes são em diárias, passagens e eventos. "A reunião foi sobre isso, os cortes das despesas de custeio", falou.

Fonte: Efrém Ribeiro, Jornal Meio Norte / meionorte.com