Haddad visita igreja, mas diz que não pedirá voto a líderes

Durante caminhada na região, Haddad lutou capoeira com moradores

O candidato à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad (PT), visitou a paróquia Nossa Senhora Aparecida na tarde deste sábado durante campanha no bairro Cidade Ademar, na zona sul da capital. Haddad afirmou que não pretende pedir votos a entidades religiosas, mas que é importante conversar com todos os credos para mostrar que São Paulo respeita a diversidade de crença.


Haddad visita igreja, mas diz que não pedirá voto a líderes religiosos

O candidato almoçou com lideranças da igreja para ouvir suas necessidades e depois seguiu para avenida Cupecê, onde iniciou uma caminhada ao lado do ministro da Educação, Aloísio Mercadante e da militância petista.

Durante a passeata, Haddad prometeu trazer empregos para moradores da região a partir do projeto Arco do Futuro, que pretende unir importantes vias da zona sul a zona leste e de outras ações que possibilitem o crescimento econômico da localidade. "As pessoas que moram aqui estão muito longe do trabalho. Nós vamos trazer indústrias para região e criar as oportunidades, transformando o bairro em um polo de desenvolvimento".

Antes da chegada de Haddad, o senador Eduardo Suplicy (PT) tomou o microfone do caminhão de som para criticar o candidato tucano. "(José Serra) cometeu um erro e mostrou desconhecimento do que acontece nas principais cidades do mundo onde, há mais de 20 anos, utilizam esse sistema mensal de cobrança", declarou o parlamentar em alusão às ressalvas feitas pelo tucano com relação ao projeto petista do bilhete único mensal.

Fonte: Terra, www.terra.com.br