Heráclito Fortes tenta cancelar a incorporação do BEP. Veja!

Senador afirmou que fez discurso contra a não garantia do emprego dos servidores do BEP

O senador Heráclito Fortes (DEM) anunciou ontem que vai impetrar uma medida cautelar na Justiça para cancelar a incorporação do BEP (Banco do Estado do Piauí) pelo Banco do Brasil (BB), que está sendo efetivado. Ele disse que no contrato de incorporação do BEP ao BB não tinha nada para garantir o emprego dos atuais servidores do Banco do Estado do Piauí.

Fortes afirmou que quando fez discurso contra a não garantia do emprego dos servidores do BEP, o

presidente do BB telefonou informando que tudo será resolvido. ?Tem que ser porque se não for, nós vamos entrar com uma ação cautelar porque tem um decreto com assinatura do Senado. Uma medida cautelar suspende tudo, a fusão do BEP com o Banco do Brasil?, declarou Heráclito Fortes.

Ele quer saber para onde foi o dinheiro da venda do BEP por R$ 80 milhões e a venda da conta e eguritização por R$ 180 milhões. ?O que foi feito desse dinheiro? É preciso ter clareza. Nós estamos pedindo explicações, pelo Senado, ao Banco do Brasil?, afirmou Fortes.

O senador Heráclito Fortes apresentou ontem um dossiê contra a cúpula do PT no Piauí, com documentação que insinua irregularidades na gestão, como o desvio de recursos e abuso de poder econômico. Fortes disse que os dirigentes do PT iniciaram ?disparos de uma metralhadora?, que teriam começado com o secretário estadual de Educação, Antônio José Medeiros, que estava reagindo contra uma coligação dele com os petistas no futuro, o que nunca passou por sua cabeça. ?Me demitindo do direito de me aliar a eles no futuro, o que eu nunca pedi. Isso nunca passou por minha cabeça?, falou Fortes.

Fonte: Efrém Ribeiro, Jornal Meio Norte / meionorte.com