História do voto e urna eletrônica são destaques em sessão solene

A sessão aconteceu nesta sexta-feira na Câmara Municipal

Image title


Quem participou da sessão solene sobre os 70 anos da reinstalação da Justiça eleitoral no Brasil na Câmara Municipal de Teresina (CMT), conferiu a palestra do secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Giuseppe Janino, que comprovou que o sistema de voto brasileiro através da urna eletrônica é inviolável.

Durante a sua exposição, Giuseppe contrariou todos os argumentos que pudessem pôr em xeque a eficiência e a segurança do voto eletrônico. Além de todas as garantias, fizeram ainda reunião com hackers e doutores em sistemas de informação, quando cada um se debruçou sobre o sistema a fim de violá-los. "Ninguém conseguiu", disse Janino.

O presidente da Câmara Municipal de Teresina, vereador Luiz Lobão, foi quem presidiu a sessão proposta pela vereadora Graça Amorim. Participaram o presidente e o vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargadores Edvaldo Moura e Joaquim Santana, além de servidores do tribunal. Na oportunidade, o presidente Edvaldo Moura recebeu das mãos da vereadora Graça Amorim, um diploma de homenagem da Câmara Municipal de Teresina ao TRE pela passagem dos 70 anos da reinstalação da Justiça Eleitoral no Brasil.

“O que a gente verificou aqui foi que o sistema eletrônico de votação brasileiro tem um compromisso com a evolução da tecnologia, pois, de tempos em tempos, são usadas novas funcionalidades. Da urna de madeira até o registro biométrico de eleitores, percebemos um salto e o compromisso na atualização do sistema. Isso é encantador”, destacou a vereadora.

A solenidade contou com algumas surpresas. A vereadora Graça Amorim recitou em cordel a história da urna e do sistema eleitoral brasileiro e foi exibido um forró de autoria do presidente Edvaldo Moura e o hino do Tribunal Regional Eleitoral, também da sua autoria.

”Nas vésperas de mais um processo eleitoral, ficamos aliviados em saber que podemos contar com um sistema eletrônico tão eficiente e que evolui sempre. Isso permite o aprimoramento da democracia  através de eleições livres e limpas”, declarou Edvaldo Moura.

A solenidade foi encerrada com a visita dos presentes a uma exposição, organizada pelo funcionário do TRE, Paulo Gutemberg, de equipamentos e utensílios utilizados no sistema eleitoral brasileiro durante estes 70 anos. 

Fonte: Portal MN