Homem tenta assassinar prefeito eleito com várias facadas em comemoração da vitória

Homem tenta assassinar prefeito eleito com várias facadas em comemoração da vitória

Durante o tumulto mais duas pessoas ficaram feridas, entre elas, uma adolescente de 16 anos

O prefeito eleito da cidade de Pocinhos, Cláudio Chaves Costa, 47 anos, foi esfaqueado no abdômen e na mão durante uma festa de comemoração no centro da cidade. De acordo com a Polícia Militar do 10ºBPM a tentativa de assassinato, que aconteceu na noite desta segunda-feira (08), pode estar relacionada com divergências políticas.

Durante o tumulto mais duas pessoas ficaram feridas, entre elas, uma adolescente de 16 anos, atingida no braço por um golpe de faca.

Pocinhos (município localizado na região do Cariri paraibano, fica a 186,4 quilômetros da capital João Pessoa).

De acordo com o José Roberto Soares, 20, que foi esfaqueado nas costas, o prefeito eleito estava na praça da cidade comemorando sua vitória, quando um homem chegou e lhe desferiu três golpes de faca. As perfurações atingiram duas vezes o abdômen. A a outra perfuração foi em uma das mãos do prefeito eleito.

Os três feridos foram socorridos para o Hospital de Trauma em Campina Grande. De acordo com o médico cirurgião que estava de plantão, Gilberto Cavalcanti, todos estão em estado regular.

A Central de Operações da Polícia Militar (Copom) não revelou o nome do acusado, mas informou que ele foi detido em flagrante e deverá ser encaminhado para Central de Polícia em Campina Grande ainda nesta segunda-feira.

Claudio Chaves Costa (PMN) foi eleito no último domingo (07) com 5.674 votos que respondeu a 56,55% dos votos válidos. Ele fez parte da coligação ?Unidos para Reconstruir Pocinhos?. O candidato derrotado nas urnas foi Arthur Bonfim Galdino de Araújo (PSDB) que teve 4.727 votos com um percentual de 45,45%. A coligação dele era a ?Por amor a Pocinhos?.

Pocinhos tem 13.246 eleitores e, de acordo com o IBGE, sua população é estimada em 17.032 habitantes. Sua área territorial é de 630 km².

Fonte: Portal Correio