"Índice de fraude no Bolsa Família é muito pequeno", diz ministra

"Índice de fraude no Bolsa Família é muito pequeno", diz ministra

Segundo ela, o cadastro do programa é reconhecido como o melhor do mundo.

A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, disse nesta quinta-feira (3), no programa de rádio Bom Dia, Ministro que "o índice de fraude no Bolsa Família é muito pequeno".

A ministra disse que para evitar fraudes no programa, o governo está permanentemente fazendo auditorias. De acordo com ela, "o cadastro do Bolsa família é reconhecido como o melhor cadastro do mundo."

Segundo ela, há irregularidades, mas é precido estudar "caso a caso" para manter ou não o benefício, que teve reajuste esta semana de até 45% dos benefícios. Com a correção, o menor valor pago pelo programa passa de R$ 22 para R$ 32 (reajuste de 45%) e o maior, de R$ 200 para R$ 242 (21%).

O reajuste entra em vigor em abril e ampliará em R$ 2,1 bilhões a despesa com o programa. O orçamento previsto para o Bolsa Família este ano é de R$ 14,4 bilhões e precisará ser ampliado para R$ 16,5 bilhões.

Tereza Campelo falou ainda sobre a construção de restaurantes populares em cidades acima de 100 mil habitantes. Segundo ela, o governo quer fazer "parceria" com prefeituras municipais para viabilizar a contrução destes restaurantes, mas é necessário que as prefeituras apresentem um projeto junto ao ministério. Os recursos para esta parceria estão na ordem de R$ 11 milhões.

Fonte: g1, www.g1.com.br