Investimento aumenta com equilíbrio fiscal no Piauí

Segundo o governador, o Estado vem se destacando pelo aumento crescente na sua capacidade de investimentos



O governador Wilson Martins (PSB) afirmou ontem que o Piauí é, atualmente, uma referência nacional quando o assunto é gestão pública e equilíbrio fiscal. Além disso, o Estado vem se destacando pelo aumento crescente na sua capacidade de investimentos com recursos próprios e também se mostra cada vez mais independente frente aos repasses constitucionais realizados pela União.

Segundo dados da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), só no primeiro quadrimestre de 2013, as receitas próprias cresceram mais de 12,66% comparadas com o mesmo período de 2012, o que equivale a um crescimento real em torno de 7%, enquanto os repasses federais cresceram apenas 5,35%, ou seja, menos do que a inflação. Isso significa dizer que o Piauí está recebendo em valores reais algo em torno de 1%.

?Mesmo com diminuição dos repassadas do Governo Federal, a situação confortável que o Estado alcançou nos últimos dois anos frente aos gastos públicos e o aumento na sua capacidade de capitação de recursos vêm permitindo que os investimentos em ações de desenvolvimento continuem aumentando?, explica a superintendente do Tesouro Estadual, Odimirtes Neves.

Para o governador Wilson Martins, esse resultado positivo é fruto do planejamento implementado por meio do Sistema de Monitoramento e Acompanhamento de Ações Estratégicas (SIMO), e ainda da própria reorganização fiscal do Estado e do esforço de toda equipe da Secretaria Estadual da Fazenda para melhorar a arrecadação.

Só nesses últimos dois anos (2013 e 2012), o incremento dos investimentos realizados com todas as fontes de recursos chega a R$ 367 milhões. Considerando o período de 2011 a 2013, os investimentos do Estado do Piauí aumentaram 105%, sendo que o total de recursos investido foi R$ 1 bilhão e 654 milhões.

Martins diz que vale destacar ainda que de 2011 para 2012, o Piauí aumentou de R$ 525,35 milhões para R$ 710,35 milhões (35%) os investimentos feitos pelo governo do Estado, portanto, houve um incremento de R$ 185 milhões. E em 2013 esse incremento deve ser bem maior, tendo em vista que até junho deste ano já foi investido muito mais da metade (56%) do que foi aplicado durante todo o ano passado. De janeiro a junho de 2012, os investimentos realizados pelo Estado somam R$ 251 milhões, sendo que o total de recursos investidos no mesmo período desse ano ?saltou? para R$ 367 milhões. Portanto, em 2013 houve um incremento de R$ 116 milhões, em relação ao período de janeiro a junho de 2012.

Em relação aos investimentos com recursos próprios, o aumento também foi expressivo. No ano de 2012 houve um incremento de 42,6%, que corresponde a R$ 56,55 milhões, em relação ao que foi aplicado durante todo o ano de 2011. Segundo os dados da Sefaz, no ano passado, o Piauí investiu R$ 188,99 milhões com recursos do tesouro estadual, enquanto que no ano de 2011 o valor aplicado foi de R$ 132,44 milhões.

Em 2013, os investimentos com recursos próprios feitos pelo Governo do Estado seguem a mesma tendência dos investimentos feitos com recursos de todas as fontes. Ou seja, a perspectiva é que haja uma ampliação cada vez maior nas receitas.

?Comparando dados de janeiro até junho deste ano (2013) com o mesmo período em 2012, o Piauí já incrementou em 54,20% os investimentos com recursos próprios, ou seja, R$ 43,40 milhões a mais do que no ano passado.

Fonte: Efrem Ribeiro