Jader surpreende ao antecipar sua diplomação no Senado

Jader surpreende ao antecipar sua diplomação no Senado

Jader surpreende ao antecipar diplomação no Senad

Após ser autorizado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a assumir sua vaga no Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA) adiantou para o final da tarde de sexta-feira (16) a cerimônia de diplomação que estava prevista para segunda-feira (19).

A decisão pegou de surpresa até pessoas mais próximas ao senador. Apenas um de seus filhos, dois advogados e seus dois suplentes acompanharam a rápida cerimônia. A imprensa não foi avisada.

PMDB comemora posse com risoto de lagosta e vinho

Jader é recebido com festa em aeroporto de Belém

Senadora que será substituída ataca decisão do STF

De acordo com sua assessoria, Jader adiantou a cerimônia para agilizar sua posse no Senado.

A previsão é que na próxima terça-feira (20) ele esteja em Brasília e assuma o cargo, para o qual havia sido barrado pela Lei da Ficha Limpa.

Ele foi diplomado no próprio gabinete do presidente em exercício do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Pará, desembargador Leonardo Tavares.

Retirada do cargo por causa do retorno de Jader, a agora ex-senadora Marinor Brito (PSOL) já entrou com recurso no STF dizendo que a decisão que favoreceu o senador foi tomada de forma irregular.

Jader foi o segundo senador mais votado do Pará nas eleições do ano passado, com 1,7 milhão de votos.

Ele foi barrado pela Ficha Limpa porque havia renunciado ao mandato de senador para escapar de cassação por quebra de decoro, sob suspeita de envolvimento em esquema de desvio de recursos do Banpará (Banco do Estado do Pará).

Fonte: ;o