Janaina Paschoal recebeu R$ 45 mil do PSDB para elaborar parecer

“Eu fui contratada pelo PSDB em maio" diz advogada

O PSDB teria construído o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff e tem, agora, a relatoria do processo no Senado.

O que antes era uma especulação divulgada por parte da mídia, foi agora confirmada por uma das autoras do pedido de impedimento cujo processo tramita no Senado, a advogada Janaína Paschoal.

Ouvida por senadores da comissão especial que analisarão o pedido nesta quinta-feira (28), a jurista admitiu ter recebido R$ 45 mil da legenda para, junto com Miguel Reale Júnior, elaborar um parecer sobre o afastamento de Dilma.

Janaína Paschoal (Crédito: Reprodução)
Janaína Paschoal (Crédito: Reprodução)


“Eu fui contratada pelo PSDB em maio. Nós propusemos o processo em setembro. Recebi R$ 45 mil para fazer o parecer”, disse, depois de ser confrontada pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM). Antes, Paschoal afirmava que o pedido havia sido feito com base nas reivindicações de “cidadãos indignados”.

“Isso é muito grave! O PSDB contratou, fez o pedido e ainda está relatando o processo do golpe. Um jogo de carta marcada para retirar do poder uma presidente legitimamente eleita com mais de 54 milhões de votos”, escreveu a senadora comunista em sua página no Facebook.


Fonte: Pragmatismo Politico