“Jesus teria vergonha de você”,diz Gregório Duvivier para Feliciano

Marco Feliciano tentou ligar Gregório aos desvios da Lei Rouanet.

Nesta semana o ator Gregório Duvivier e o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) protagonizaram um embate acirrado durante o programa de rádio do Pânico, na Jovem Pan.

“Quando ele diz que não é do PT. Onde é que já se viu isso? Assume, amigo. Ele é mais petista do que qualquer um de nós. Ele é mais vermelho do que o próprio Fidel Castro. O meu problema com Duvivier é que eu queria saber por que ele não faz uma charge, não faz humor com o Islã, com o Estado Islâmico, com Maomé. Por que faz só com o cristianismo?", perguntou o deputado, que já chegou a processar o grupo de humor.

“Porque não tem nenhum deputado islâmico que está roubando o meu dinheiro, senhor”, respondeu o ator.

O clima, claro, esquentou no debate. Em dado momento, Marco Feliciano tentou ligar Gregório aos desvios da Lei Rouanet que a Polícia Federal (PF) encontrou nesta semana:

"Parece que vocês estão na mira do Ministério Público, hein? Com esse filme [Contrato Vitalício, do grupo Porta dos Fundos, que está sendo lançado]. A Lei Rouanet está mira",

"Este filme não tem Lei Rouanet, estúpido", rebateu Gregório. "Vamos estudar?", completou.

"Somos 40 milhões de evangélicos. Somado aos católicos, que são mais ou menos 70 milhões, nós somos 110 milhões que nos sentimos ofendidos com o vídeo", afirmou Feliciano.

"Não fale em nome de 110 milhões de pessoas que o senhor é uma vergonha para muito evangélico", retrucou o ator. "Jesus Cristo teria muita vergonha de você".

 Gregório Duvivier e o deputado federal Marco Feliciano (Crédito: Reprodução)
Gregório Duvivier e o deputado federal Marco Feliciano (Crédito: Reprodução)


Fonte: Brasil Post