João de Deus e Luciano Nunes batem boca na Assembléia

Como representante do partido de Sílvio, o tucano Luciano Nunes contestou a acusação

Rolaram farpas entre o deputado estadual João de Deus (PT) e o secretário municipal de Administração, Luciano Nunes (PSDB), na manhã de ontem, durante sessão na Assembleia Legislativa. ?Vira e mexe o Sílvio cola na sombra do governador Wellington Dias e do presidente Lula?, alfinetou João de Deus, alegando que o prefeito de Teresina, Sílvio Mendes, estaria utilizando a imagem do governador e do presidente da República para ganhar destaque em sua pré-candidatura.

Como representante do partido de Sílvio, o tucano Luciano Nunes contestou a acusação de João de Deus. ?O prefeito não esconde nada de ninguém. Ele sempre teve uma boa relação com o governador Wellington Dias, assim como seus aliados, o senador Heráclito Fortes, o ex-governador Hugo Napoleão. Essas especulações, na verdade, demonstram uma preocupação da base, diante do crescimento do prefeito Sílvio nas pesquisas de intenção de voto?, frisou Luciano.

Em contrapartida, para o petista João de Deus, além do aproveitamento da imagem do governador Wellington Dias, o prefeito Sílvio estaria mantendo uma certa angústia quando o assunto em questão é a aproximação com os Democratas, com o ex-governador Hugo Napoleão. ?Eu percebo uma certa angústia. É como se fosse uma rejeição aos seus próprios aliados: a mesma coisa que aconteceu em 2006, com o Firmino Filho?, polemizou.

No entanto, o tucano Luciano Nunes rebateu, afirmando que, na verdade, ?o PSDB não está preocupado em antecipar o pleito de 2010. O que nos causa estranheza, na verdade, é essa preocupação intensa por parte do PT. O prefeito Sílvio ainda nem se lançou como candidato, pois mantém a sua administração como prioridade?.

Fonte: Flávio Moura