Jobim cancela viagem à Europa para tratar de cortes no Orçamento

Jobim cancela viagem à Europa para tratar de cortes no Orçamento

Ministro embarcaria para Suécia e Inglaterra na próxima semana.

Após uma reunião com a presidente Dilma Rousseff sobre cortes no Orçamento de 2011, o ministro Nelson Jobim (Defesa) cancelou uma viagem que faria à Suécia e à Inglaterra na semana que vem. Segundo informações do Planalto, Jobim vai dedicar os próximos dias a formatar o tamanho do contingenciamento em seu ministério.

Durante o encontro com a presidente, ele apresentou as propostas de contingenciamento elaboradas por Exército, Marinha e Força Aérea. O Ministério da Defesa não informou o motivo da visita que Jobim faria à Europa, mas a previsão de embarque chegou a ser publicada no Diário Oficial da União.

De acordo com o Ministério do Planejamento, o detalhamento do corte de R$ 50 bilhões no Orçamento deste ano, anunciado na última semana pelo governo federal, sairá até a próxima terça-feira (22). Por isso, segundo informações do Planalto, Dilma vai passar a semana em reuniões com ministros para definir o tamanho da redução de gastos em cada ministério.

Mais cedo nesta terça, Jobim informou que o bloqueio no Ministério da Defesa poderá chegar a R$ 4,1 bilhões. Ele se reuniu no início da tarde com os ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Planejamento, Miriam Belchior.

Segundo o ministro da Defesa, o orçamento de sua pasta é de R$ 15 bilhões em 2011, dos quais de R$ 10,5 bilhões a R$ 11 bilhões correspondem às despesas não obrigatórias. Jobim informou que o corte representará até 36% desses valores não obrigatórios, podendo ultrapassar $ 4 bilhões em 2011.

Ele negou, no entanto, que o contingenciamento possa afetar a compra de novos caças para a Força Aérea Brasileira. "A decisão sobre os caças sai neste ano, mas o pagamento não seria feito em 2011 de qualquer forma", declarou.

Fonte: g1, www.g1.com.br