Jornal espanhol "El País" destaca que três mulheres devem disputar sucessão de Lula

O texto diz que "2010 poderá ser o ano das mulheres presidenciáveis no Brasil.

O site do jornal espanhol "El País" destacou neste domingo (16) que três mulheres devem disputar a sucessão presidencial no Brasil em 2010: Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PT) e Heloisa Helena (PSOL).

Com o título "Tres mujeres disputaran el bastón de mando de Lula", o texto diz que "2010 poderá ser o ano das mulheres presidenciáveis no Brasil. Será uma eleição sem Lula candidato depois de 20 anos e três mulheres".

O jornal diz que "a ex-ministra do Meio Ambiente nos próximos dias abandonará o PT para ingressar no PV. O "El País" lembra que a ex-senadora Heloisa Helena foi expulsa do PT e hoje lidera o PSOL, que o jornal classifica como de esquerda.

"Dilma, candidata não oficial, mas que todos dão por candidata, é a atual ministra da Casa Civil, a mulher que lutou contra a ditadura militar, durante a qual foi duramente torturada", diz o jornal.

O "El País" considera também que Marina Silva "poderia ser a grande surpresa das eleições". "Ecologista convencida, política íntegra e austera, de origem pobríssima, de família de trabalhadores de campo, que aprendeu a ler e escrever aos 12 anos", narra o jornal.

Na análise do "El País", "apesar da amizade pessoal com Lula, Marina Silva deixou o governo Lula pela "intransigência" do governo na questão ambiental.

obre Heloisa Helena, o jornal citou que ela teve 15 milhões de votos na eleição presidencial de 2006. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, porém, ela teve 6,5 milhões de votos.

"A presença dessas três mulheres nas eleições sem Lula daria não só um tom feminino a eleição presidencial, como também poderia afetar de forma importante os equilibro político, especialmente no segundo turno", diz o jornal.

Datafolha

Pesquisa Datafolha, divulgada na edição deste domingo (16) do jornal "Folha de S.Paulo", mostra que o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), mantém a liderança na disputa pela Presidência da República em 2010.

Serra, que tinha 38% das intenções de voto no levantamento anterior, realizado entre 26 e 28 de maio, oscilou um ponto para baixo e está com 37%.

Dilma Rousseff manteve os 16% registrados na pesquisa anterior. O ex-minsitro e deputado federal Ciro Gomes (PSB) também manteve o percentual do levantamento anterior, 15% das intenções de voto.

Heloisa Helena oscilou positivamente dentro da margem de erro, e passou de 10% para 12% das intenções de voto.

Em cenário com Marina Silva, Serra teria 36% das intenções de voto contra 17% de Dilma Rousseff e 14% de Ciro Gomes. Heloisa Helena aparece com 12% e Marina Silva, com 3%.

Fonte: g1, www.g1.com.br