Jornalista que jogou sapatos em Bush vai deixar a prisão

Muntazer Al Zaidi, passou ser visto como heroi por muitos no ano passado

O jornalista iraquiano Muntazer Al Zaidi, que ganhou fama por jogar os sapatos em direção ao ex-presidente americano George W. Bush, poderá desfrutar dentro de alguns dias a liberdade e a fama, já que recebeu diversas propostas depois de seu ato, que vão de ouro, passam por apartamentos e carros de luxo e incluem até namoradas.

Repórter do pequeno canal de televisão privado local Al-Bagdadia, Muntazer Al Zaidi, passou ser visto como heroi por muitos em dezembro do ano passado, quando jogou os sapatos contra o então presidente dos Estados Unidos.

"Este é o beijo de despedida, cão nojento", gritou em direção a Bush diante das câmeras de todo o mundo.

Desde então o jornalista ganhou uma fama que vai além dos países árabes e seu rosto apareceu em camisas de apoio de Rabat ao Cairo, passando por Gaza e Londres, quando foi julgado.

Depois de passar nove meses na penitenciária, Al Zaidi deve recuperar a liberdade em 14 de setembro, após uma condenação a três anos de prisão que foi reduzida após uma apelação.

Ao sair da prisão ele será recebido com milhares de presentes e uma grande festa em Bagdá, anunciou o irmão Durgham Al Zaidi.

"Recebemos promessas de dinheiro. O emir do Qatar prometeu um cavalo de ouro, o coronel Muammar Kadafi quer condecorá-lo e outras pessoas querem enviar automóveis", disse Durgham.

O canal Al-Bagdadia ofereceu um novo apartamento, mais amplo que o que ele vivia antes de ganhar notoriedade.

Na prisão, o jornalista, que é solteiro, também recebeu muitas ligações de pais dispostos a dar suas filhas em casamento, assim como de grupos políticos iraquianos que desejam a entrada do jornalista na vida pública.

Mas de acordo com o irmão, Muntazer não deseja fazer política. O jornalista também não revelou concretamente o que pretende fazer ao deixar a prisão.

Fonte: Terra, www.terra.com.br