Judiciário receberá R$ 30 mi de emendas

. Para conseguir concretizar a distribuição de emendas, os deputados e o Governo estadual precisarão realizar uma manobra regimental

O encontro entre os representantes dos três poderes piauienses realizado ontem na Assembléia Legislativa resultou no compromisso em destinar cerca de R$ 30 milhões da bancada federal no Congresso para o Judiciário. Para conseguir concretizar a distribuição de emendas, os deputados e o Governo estadual precisarão realizar uma manobra regimental, já que o Legislativo não pode indicar recursos para os órgãos que não sejam do Executivo. “Os deputados indicarão emendas para obras do Governo e eles farão uma redistribuição de recursos para necessidades urgentes do Legislativo e, sobretudo, do poder Judiciário”, explica o desembargador Raimundo Nonato Alencar, presidente do Tribunal de Justiça do Piauí. O montante, que será apontado no final do ano, durante a organização do Orçamento de 2011 da União, deverá ser aplicado, por exemplo, nas obras de estacionamento com capacidade de até mil vagas e do novo Fórum. “Apenas para o Fórum, precisamos de R$ 20 milhões”, lembra Nonato. A Praça Edigar Tito, próxima à Alepi, também passará por reformas e sediará a Universidade do Parlamento. Dentro do novo projeto que contará com recursos federais, está a construção de uma creche para filhos de servidores e dois memoriais: um para todos os deputados que já passaram pela Casa e outro para o ex-senador Petrônio Portela. O governador Wellington Dias (PT), o vice-governador Wilson Martins (PSB), o senador Mão Santa (PSC) e o prefeito Sílvio Mendes (PSDB) também estiveram presentes na reunião. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte