Juiz cassa prefeito, vice e presidente da Câmara no Piauí

Decisão de Rafael Mendes Taludo foi proferida na última sexta-feira e vice-presidente da Câmara governará a cidade até as novas eleições

O município de Cristalândia foi palco de uma decisão judicial inusitada no Piauí. O juiz da Comarca, Rafael Mendes Taludo, determinou na última sexta-feira que o prefeito, Ariano Nogueira Paranaguá, o vice, Fausto Célio de Souza Louzeiro, e o presidente da Câmara Municipal, o vereador Lindomar Damasceno Dias, tivessem seus mandatos cassados.

Acusados de captação ilícita de sufrágio e abuso do poder econômico, os três gestores da cidade foram denunciados através de uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo proposta por Joana Cunha Lemos, a candidata derrotada no pleito de 2008.

O vice-presidente da Câmara, o vereador Robson Lustosa, deverá tomar posse até que sejam realizadas novas eleições, de acordo com a determinação do juiz eleitoral.

Ariano Nogueira já havia sido cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI) no final de 2008 por abuso de poder econômico e compra de votos.

Nogueira, porém, assumiu a cadeira reeleito em 2009. O prefeito já tinha sido eleito através de uma eleição suplementar em 2006, quando a prefeita eleita em 2004, Sandra Cavalcante (DEM), respondeu pelos mesmos crimes eleitorais de Ariano.

O prefeito e o vice irão recorrer da decisão. O TRE também deverá ser consultados sobre as eleições em 40 dias, proposta por Rafael Taludo.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte