Juízes pedem reforço policial no Ceará

A primeira preocupação de alguns magistrados é com o pequeno contingente policial do município

O pequeno contingente policial nos munic?pios do Interior do Estado tem sido um motivo de preocupa??o a mais para os ju?zes eleitorais respons?veis pelo comando das elei?es municipais. Como em ?poca de campanha eleitoral ? natural que os ?nimos se exaltem, os magistrados t?m pedido refor?o policial ao Tribunal Regional Eleitoral para garantir a seguran?a do pleito nos munic?pios. At? agora ju?zes presidentes de sete Zonas eleitorais do Cear? (Granja, Cascav?l, Mulungu, Santa Quit?ria, Monsenhor Tabosa, Marco e Russas) fizeram pedido de aumento do efetivo.

O argumento da falta de policiais foi utilizado, por exemplo, pelos juizes Evaldo Lopes Vieira e Arist?fanes Vieira Coutinho J?nior, dos munic?pios de Granja e Cascavel, respectivamente, que conversaram com a reportagem do Di?rio do Nordeste no ?ltimo s?bado, oportunidade em que os juizes eleitorais estiveram reunidos na Escola Superior da Magistratura com a Corregedora Eleitoral.

O doutor Evaldo Vieira destacou as diverg?ncias entre as duas candidaturas que disputam a Prefeitura do munic?pio de Granja, ao afirmar que o efetivo policial do munic?pio era insuficiente para atender a demanda dos atos pol?ticos. ?Granja ? um munic?pio muito extenso. J? aconteceram casos de agress?es em alguns atos e eu achei por bem solicitar o refor?o ao TRE tendo em vista os riscos desta campanha eleitoral?, disse o magistrado.

A decis?o dele, no entanto, foi tomada depois de um homic?dio ocorrido na ?ltima quinta-feira, em que um cidad?o foi morto a facada, nas proximidades de um com?cio. Evaldo deixou claro que n?o h? informa?es que comprovem que o assassinato foi cometido por motiva??o pol?tica. ?N?o sei se houve motiva??o pol?tica, mas ocorreu dentro de um ambiente de evento pol?tico. Tamb?m por isso resolvi pedir refor?o ? desembargadora (Huguette Braquehais, presidente do TRE)?, disse ele.

Outra justificativa do magistrado ? a extens?o territorial do munic?pio que tem distrito localizado a mais de 100 quil?metros da sede. ?Quando acontece um com?cio nessas localidades mais longe da sede fica complicado de os poucos policiais deslocarem homens para aquele ato. Imagine quando tem com?cio em mais de uma localidade no mesmo dia?.

Da mesma maneira, o munic?pio de Cascavel tamb?m poder? receber refor?o policial, conforme disse o juiz Arist?fanes Coutinho J?nior. ?Para o dia a dia, o efetivo de policiais j? ? muito pequeno e agora nesse per?odo eleitoral, com uma grande movimenta??o isso se torna mais emergencial para a garantia da ordem p?blica no munic?pio?, destacou.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br