Justiça Eleitoral acompanha carreatas em busca de irregularidades

Os eventos de rua, como caminhadas e carreatas estão sendo fiscalizados pessoalmente por oficiais de Justiça

Com menos candidatos do que no primeiro turno, a segunda fase da disputa eleitoral no Piauí também movimenta a atuação da Justiça Eleitoral em relação à fiscalização da propaganda do governador Wilson Martins (PSB) e do ex-prefeito Sílvio Mendes (PSDB). Segundo a promotora eleitoral Vera Lúcia, os eventos de rua, como caminhadas e carreatas estão sendo fiscalizados pessoalmente por oficiais de Justiça que buscam confirmar se as regras que normatizam a propaganda estão sendo cumpridas.

?Continuamos fiscalizando as propagandas assim como fizemos no primeiro turno, ou seja de maneira atenta. Apesar das denúncias, não temos casos concretos?, explicou a promotora. As informações obtidas na 97º zona eleitoral, responsável pela fiscalização da propaganda em Teresina, apontam para cerca de 10 denúncias diárias sobre irregularidades nos carros de som. Até agora, no entanto, não foi apreendido nenhum carro de som ou cavaletes.

O dia 28 é a última data para a propaganda política em comícios ou reuniões públicas, entre 8h e 24h no segundo turno. A votação vai acontecer no dia 31, das 8h às 17h. Entre as propagandas proibidas estão o uso de carros de som na avenida Frei Serafim e a colocação de material de propaganda na área de jardins e preservação da Avenida João XXIII.

Os cavaletes são proibidos ainda no passeio lateral das Avenidas Raul Lopes, Cajuína e Marechal Castelo Branco, utilizadas para a prática de caminhada. O limite máximo de pressão sonora nos carros de som é de 80 decibéis, medido a 7 metros de distância dos veículos, segundo o Contran (Conselho Nacional de Trânsito). (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte