Justiça Eleitoral garante candidatura de Elmano Férrer

Justiça Eleitoral garante candidatura de Elmano Férrer

Juiz João Henrique Gomes, da 1ª Zona Eleitoral de Teresina, garantiu a candidatura à reeleição de Elmano.

O prefeito Elmano Férrer (PTB), candidato à reeleição no pleito deste ano na capital, teve o pedido de inelegibilidade da sua candidatura considerado improcedente pelo juiz João Henrique Sousa Gomes, da 1ª Zona Eleitoral de Teresina.

O pedido de inelegibilidade foi feito por um eleitor, Kleiton Fernandes de Oliveira, morador do bairro Dirceu Arcoverde, com a alegação de que o prefeito estaria concorrendo ao cargo pela terceira vez.

O magistrado afirmou na decisão que Elmano teria apenas substituído por 30 dias o ex-prefeito Silvio Mendes (PSDB) durante a licença que o então gestor tirou para viajar à China, ainda em 2007. ?Ele não assumiu o mandato.

Substituir é diferente de assumir. Elmano não está concorrendo ao terceiro mandato?, destacou o juiz João Henrique.

Além de Elmano, apenas o senador Wellington Dias (PT) sofreu pedido de impugnação de candidatura, já negado pela Justiça Eleitoral.

NOVA CANDIDATURA - Por enquanto, a disputa eleitoral em Teresina conta com sete candidatos: o prefeito Elmano Férrer (PTB); o senador Wellington Dias (PT); o apresentador Beto Rego (PSB); o deputado estadual Firmino Filho (PSDB); o advogado Maklandel Aquino (PSOL); professor Daniel Solon (PSTU), e o ex-jogador Vasconcelo Pinheiro (PCB). Esse número, no entanto pode aumentar. O juiz José Henrique Gomes também deve decidir até sexta-feira sobre o pedido de candidatura do poeta Neto Sambaíba (PPL).

O candidato do PPL fez seu registro de forma individual, já que na convenção municipal da sigla foi acordado o apoio à chapa encabeçada pelo PTB. A convenção foi anulada pelo diretório nacional. Sambaíba alega que a convenção foi contra as orientações do diretório nacional, que havia decidido por candidatura própria a prefeito em todas as capitais do país.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte