Justiça manda revista retirar anúncios com Fernando Pimentel em M. Gerais

A propaganda de candidatos às eleições de outubro são permitidas após o dia 5 de julho

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais deu um prazo de 48 horas para que a revista regional Impactto retire a propaganda eleitoral irregular do pré-candidato ao Governo de Minas pelo PT, Fernando Pimentel.

Os anúncios, espalhados por outdoors e ônibus em Belo Horizonte, exibem uma reprodução da última edição da revista, com a foto do político pedindo voto aos eleitores. ?Pimentel quer o seu voto!? são os dizeres da propaganda.

De acordo com a legislação eleitoral, a propaganda de candidatos às eleições de outubro são permitidas após o dia 5 de julho, com o fim do prazo para o registro de candidaturas. A juíza Lilian Maciel Santos, relatora do processo, julgou que a revista promoveu propaganda eleitoral, desrespeitando a legislação, e por isso, emitiu a liminar pedindo a retirada dos anúncios. O pedido para retirada da propaganda foi feito pelo PSDB de Minas Gerais na última segunda-feira, 07.

Segundo o Estado de S.Paulo, o diretor-executivo da revista mineira, Ruan Carlos Moreira, disse que não tem ligação com nenhum partido político e que a reportagem tinha caráter informativo. Ele também afirmou ao jornal que a revista já teve outras capas com políticos, inclusive com anúncios, mas que esta foi a primeira vez que houve pedido para retirá-los. Em uma edição de 2013, a capa trazia o senador tucano de Minas Aécio Neves, e os anúncios recentes, com Pimentel, foram os primeiros com um político do PT.

Fonte: Terra, www.terra.com.br