Justiça proíbe Collor de usar jingle que cita Lula e Dilma

Candidato ao governo de Alagoas, ex-presidente pode recorrer da decisão

O senador Fernando Collor (PTB), candidato ao governo de Alagoas, foi impedido de divulgar jingle de campanha no qual são citados o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff. No dia 21 de julho, foi concedida decisão liminar autorizando Collor a utilizar o jingle, mas nesta quarta-feira (28) a Justiça Eleitoral proibiu a divulgação do jingle.

Cabe recurso à decisão. Procurada, a assessoria do senador informou que não tinha informação sobre o assunto e não iria se manifestar.

A ação foi proposta pelo candidato do PDT ao governo do estado, Ronaldo Lessa. Ele defende que Collor não pode citar o nome de Lula e Dilma porque o PTB, partido ao qual o ex-presidente é filiado, está ligado ao PSDB na coligação nacional. Lessa afirma ter o apoio de Lula e Dilma para sua campanha.

O trecho do jingle contestado pelo PDT diz: "é Lula apoiando Collor, é Collor apoiando Dilma, pelos mais carentes. É Lula apoiando Dilma, é Dilma apoiando Collor, para o bem da nossa gente. É Lula apoiando Dilma, é Dilma apoiando Collor, e os três para o bem da gente".

Fonte: g1, www.g1.com.br