Kassab também pode ser cassado pela Justiça Eleitoral

A JE de SP cassou 13 vereadores e podera cassar tambem o prefeito

Depois de cassar o mandato e tornar inelegíveis 13 vereadores da cidade de São Paulo, a Justiça Eleitoral pode fazer o mesmo com o prefeito Gilberto Kassab. Assim como os membros da Câmara Municipal, ele também teria recebido parte de uma doação irregular de R$ 10,6 milhões da AIB (Associação Imobiliária Brasileira). Os acusados podem recorrer da decisão.

Os então candidatos a prefeito Marta Suplicy (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB) também foram denunciados pela promotoria da Justiça Eleitoral por doações recebidas da associação.

O que torna irregular a doação é porque ela fere a Lei Eleitoral. Esta diz que uma empresa só pode doar até 2% da receita de seu ano anterior. Para que a AIB pudesse fazer a contribuição que fez, teria que ter ganhado pelo menos R$ 325 milhões em 2007. Como a entidade não tinha fonte de renda, não poderia realizar as doações.

Kassab, Marta e Alckmin ainda não se pronunciaram à imprensa sobre o caso.

Fonte: AE