Liberada emenda para constução do novo campus da UESPI em Oeiras

O reitor da instituição comemorou o resultado da ação

Conduzindo o trabalho em torno do desenvolvimento da educação, a emenda do deputado federal piauiense Assis Carvalho (PT) voltada para a construção do campus da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), no município de Oeiras, foi incluída no Sistema de Gestão de Convênios na última semana, demandando uma dotação de R$ 1,1 milhão para o projeto. A anuência do Executivo pauta o esforço na liberação de recursos dos programas de assistência estudantil e apoio à Extensão Universitária, abrangendo o fortalecimento do ensino superior em âmbito nacional.

O reitor da instituição comemorou o resultado da ação, dispondo diante da importância que a concretização do projeto pode representar aos estudantes. “ No FNDE obtivemos a notícia da inclusão no Siconv da emenda do deputado Assis Carvalho em um montante de R$ 1,1 milhão, com contrapartida do estado para início da construção do Campus da UESPI em Oeiras e , ainda, soubemos dos encaminhamentos para liberação dos recursos para a compra de refrigeradores de ar e mobiliário, que deve ocorrer brevemente”, anunciou Nôuga Cardoso.

Image title

Na ocasião, Carvalho acompanhou o reitor e pró-reitores em reunião com o secretário de Educação Superior do MEC, Jesualdo Farias, para pleitear a liberação de recursos financeiros para programas da Universidade, como o PNAEST (Programa Nacional de Assistência Estudantil) para aquisição de microônibus e auxílio alimentação; e o PROEXT (Programa de Apoio à Extensão Universitária), no qual a UESPI teve três propostas aprovadas.

“O secretário comprometeu-se em dar agilidade nos encaminhamentos e priorizar o atendimento destas demandas, que totalizam aproximadamente R$ 2,7 milhões”, disse o reitor. De acordo com Jesualdo, a intenção da pasta é liberar uma parte dos recursos ainda este ano e outra parte no ano que vem.

PROGRAMA – No tocante à consecução de benefícios para os piauienses, o parlamentar esteve reunido no final de semana em Brasília com o secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Francisco Limma (PT), onde foi tratado com a secretária-executiva do MDA (Ministério de Desenvolvimento Agrário), a implantação do programa Fomento Mulher e a liberação de crédito fundiário no Piauí. O resultado do encontro foi positivo e ficou acertada a implementação do projeto no Estado, assim, as pequenas agricultoras serão auxiliadas com recursos para que possam incrementar a renda familiar com trabalho no quintal da própria casa.

Fonte: Jornal Meio Norte