Líder do PSDB quer explicações sobre entrega de denúncia à PF

Líder do PSDB quer explicações sobre entrega de denúncia à PF

Sampaio afirma que a acusação é falsa e que Cardozo está perseguindo adversários políticos.

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), irá solicitar uma audiência pública para que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, explique o envio de denúncias contra tucanos à Polícia Federal. Sampaio pretende requerer a presença de Cardozo em audiência na Comissão de Fiscalização e Controle.

Cardozo admitiu ter repassado à PF um documento em que Everton Rheinheimer, ex-executivo da Siemens, acusa tucanos e aliados de receber propina do cartel que agia em São Paulo.

Sampaio afirma que a acusação é falsa e que Cardozo está perseguindo adversários políticos. "Há em curso uma ação ordenada que, para mim, tem dois objetivos claros: minimizar o impacto da prisão dos mensaleiros e jogar gasolina na fogueira contra o PSDB em São Paulo", disse.

De acordo com a mais recente denúncia envolvendo o cartel de trens em São Paulo, o principal secretário do governador Geraldo Alckmin (PSDB), Edson Aparecido (Casa Civil), é acusado de ter recebido propina para ajudar a Siemens a ganhar contratos do Metrô e da CPTM.

A acusação foi feita por Everton Rheinheimer, ex-diretor de vendas da Siemens, em documento enviado ao Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), segundo o jornal "O Estado de S. Paulo".


Líder do PSDB na Câmara quer explicações de Cardozo sobre entrega de denúncia à PF

Fonte: Folha de São Paulo