Líderes da Câmara cobrarão de Renan Calheiros instalação de uma CPI mista

Segundo os oposicionistas, a cobrança ganhou apoio de todas as lideranças, exceto o PT e o PCdoB.

Líderes partidários da Câmara dos Deputados vão cobrar o presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL), a instalação de uma CPI mista da Petrobras, na tarde desta terça-feira. Oposicionistas se reuniram por volta das 12h com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), que disse aos parlamentares que os deputados não podem ficar de fora da investigação.

Segundo os oposicionistas, a cobrança ganhou apoio de todas as lideranças, exceto o PT e o PCdoB. Devem estar presentes na reunião representantes dos governistas PMDB, PP, PTB, PSD e PR.

Na última quarta-feira, a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a instalação de uma CPI exclusiva para investigar a Petrobras no Senado, atendendo a um pedido da oposição. O governo pretendia ampliar o foco da investigação, na tentativa de atingir Estados governados pela oposição.

A guerra de requerimentos pela instalação de CPIs se estendeu para o Congresso, onde oposição e governo também pediram a criação de comissões mistas. Renan defendeu que a investigação poderia ser ampliada, mas a decisão da ministra foi no sentido contrário.

Renan Calheiros ainda não determinou a instalação da CPI no Senado alegando não ter sido comunicado oficialmente da decisão do STF. Ele anunciou, na semana passada, que recorreria da liminar da ministra.

No Congresso, o requerimento de criação da CPI mista foi lido no último dia 15, mas Renan decidiu esperar a decisão do STF para definir se a comissão seria ampla ou restrita à estatal.

Para o líder do PPS, Rubens Bueno (PR), o peemedebista se omite ao não instalar a CPI. ?Estamos vendo a omissão do presidente do Congresso Nacional, queremos comunicar a ele a responsabilidade que tem para instalar a CPI?, disse.

Após um encontro pela manhã, líderes da oposição se reuniram com o presidente da Câmara e comunicaram da decisão de cobrar o presidente do Congresso, Renan Calheiros. ?A opinião (do presidente Henrique Alves) é que a Câmara não pode estar excluída da CPI quando 91% da população querem a apuração?, disse o líder do DEM, Mendonça Filho (PE), em referência à pesquisa do instituto MDA divulgada hoje. De acordo com o levantamento, metade do eleitorado desconhece o caso da compra da refinaria de Pasadena pela Petrobras, mas 91% dos que acompanham a situação apoiam a CPI.

Fonte: Terra