Luciano Nunes deve assumir a presidência da FMS após o Carnaval no Piauí

Após intensas especulações nos últimos dias, o deputado estadual Luciano Nunes (PSDB) finalmente confirmou na tarde de ontem o convite do prefeito Firmino Filho (PSDB) para que assuma a presidência

Após intensas especulações nos últimos dias, o deputado estadual Luciano Nunes (PSDB) finalmente confirmou na tarde de ontem o convite do prefeito Firmino Filho (PSDB) para que assuma a presidência da Fundação Municipal de Saúde (FMS).


A informação anula os boatos de que o ex-gestor Sílvio Mendes poderia ser indicado, mas impõe também desafios ao parlamentar quanto a sua situação na Assembleia. "É uma função de muita responsabilidade, estou entusiasmado, mas não depende só de mim, estou conversando com o prefeito e a tendência é que a resposta seja positiva", disse.

Com a saída de Nunes da Assembleia, o suplente Antônio Félix (PSD) deve assumir a vaga; agora, a preocupação do deputado está na busca por uma saída jurídica para que uma provável volta ao posto não seja prejudicada. "Nós estamos baseados na lei do município", disse.

A questão gira em torno da impossibilidade de assumir um cargo público, que não seja secretaria, sob a pena da perda de mandato. Nisso, a solução orquestrada por Luciano Nunes está na lei municipal que confere à Fundação Municipal de Saúde status de Secretaria.

O deputado estadual relatou o desafio em assumir a pasta, tendo em vista que a área da saúde é uma das principais prioridades da Prefeitura, absorvendo até 30% do orçamento anual, encontrando na FMS um importante polo de atuação.

"Ela cuida principalmente da atenção básica, que é a porta de entrada para o sistema de saúde, tem uma gama de serviços a serem prestados, devemos dar continuidade ao trabalho realizado", afirmou.

Fonte: Francy Teixeira