Luciano Nunes: "Renegociar a dívida é caso de sobrevivência"

Luciano Nunes: "Renegociar a dívida é caso de sobrevivência"

O deputado participou na semana passada das discussões sobre a dívida dos estados com a União em Rio Branco, no Acre

O deputado estadual Luciano Nunes (PSDB) destacou ontem que a dívida do Piauí com a União ainda é um grande entrave para o investimento em áreas como a educação, saúde e infraestrutura. O valor da dívida no Estado já ultrapassou os R$ 2 bilhões. O deputado participou na semana passada das discussões sobre a dívida dos estados com a União em Rio Branco, no Acre, que contou com a participação de parlamentares de todo o país. No encontro os deputados elaboraram uma proposta para ser levada à presidente Dilma Rousseff para negociação das dívidas com juros mais baixos.

Segundo dados divulgados pela Câmara dos Deputados, a dívida total dos Estados com a União encerrou 2011 com R$ 388,40 bilhões. Dos 27 entes federativos, 12 conseguiram reduzir a dívida desde 2000. Os outros 15 viram os débitos crescerem. Entre eles, está Minas Gerais, cuja dívida saltou de R$ 13 bilhões, há 11 anos, para R$ 62 bilhões até o final do ano passado: um acréscimo de mais de 350%. Atualmente, a dívida dos estados já ultrapassa os 428 bilhões de reais e dos 27 estados brasileiros, 23 ainda continuam endividados.

?É pensamento comum entre todos os parlamentares que é necessária a revisão dos índices de correção das dívidas e a necessidade do Congresso controlar a criação de novas despesas dos estados. Portanto, é urgente a proposição de alternativas que viabilizem o pagamento da dívida dos entes federados, como por exemplo, a mudança do indexador e a redução dos juros cobrados?, explica Luciano Nunes.

Segundo o deputado, no momento econômico que passa o país, o Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) como indexador da dívida penaliza os Estados e torna o pagamento da dívida inviável. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte