Lula cancela agenda e viaja para o Chile

Presidente deve chegar ao país afetado por terremoto às 17h

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva cancelou parte de sua agenda da visita ao Uruguai na tarde desta segunda-feira (1º). Ele deveria participar da cerimônia de transmissão da faixa presidencial para o ex-guerrilheiro José Mujica, 52º presidente do Uruguai. De acordo com a Presidência, Lula viajou para o Chile, onde deverá chegar por volta das 17h.

Na manhã desta segunda, Lula telefonou para a presidente chilena Michelle Bachelet e conversou sobre uma visita ao país depois da posse do presidente do Uruguai. Segundo a assessoria de Lula, Bachelet prontamente disse que gostaria da visita.

Além de Lula, o ministro da Secretaria-Geral, Luiz Dulci, o assessor especial da presidência da República para assuntos internacionais, Marco Aurélio Garcia, e o líder do PT no Senado, senador Aloizio Mercadante (PT-SP), devem participar do encontro.

Hospital

Também nesta segunda, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República informou que irá enviar um hospital de campanha da Marinha ao centro da tragédia. A operação será deflagrada em data a ser definida pelo governo chileno.

Terremoto

O número de mortos pelo terremoto e pelos tsunamis da madrugada de sábado no Chile subiu de 711 para 723, segundo o Escritório Nacional de Emergência do país. A maioria dos mortos, 544, está na região de Maule. Também há 19 desaparecidos. Não há notícias sobre brasileiros entre as vítimas.

Fonte: g1, www.g1.com.br