Lula confirma que vai manter equipe em pastas que trocarem de ministro

Segundo o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, os presidentes da Câmara e do Senado não comentaram a decisão do presidente Lula

Em reunião na manhã desta quinta-feira (11) o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reforçou aos presidentes do Senado, José Sarney, e da Câmara, Michel Temer, ambos do PMDB, que pretende substituir ministros que sairão para se candidatar nas eleições de outubro por pessoas que já trabalham nos ministérios, como já fez no Ministério da Justiça, com o secretário-executivo Luiz Paulo Barreto assumindo o cargo de Tarso Genro.

O PMDB, partido da base aliada do governo, foi contemplado com a direção de vários ministérios e alguns dos ministros do partido deixarão o cargo para concorrer nas eleições de outubro, entre eles, Edison Lobão, de Minas e Energia e Hélio Costa, das Comunicações.

Segundo o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, os presidentes da Câmara e do Senado não comentaram a decisão do presidente Lula. ?Eles não questionaram essa tese do presidente de ter pessoas que fazem parte da máquina do ministério?, afirmou.

Fonte: Rede Brasil Atual